Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Você pode Enviar qualquer Devocional para que um(a) amigo(a) leia e seja abençoado(a)!

Envie a Devocional de hoje, que segue abaixo, ou utilize a busca acima para escolher a Devocional que deseja enviar. Ao encontrar a Devocional, basta clicar no botão para enviá-la.

Somos filhos de Deus

  |  Pr. Olavo Feijó

Romanos 8:16 - O mesmo Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus.

As coisas criadas pelo Senhor desempenham um papel específico, na estrutura da criação: elas concretizam os objetivos do Criador. “Os céus proclamam a glória de Deus e o firmamento nos mostra aquilo que as Suas mãos fizeram” (Salmos 19:1).

Os objetos criados não tinham a capacidade de se administrarem. Por causa disso, os planos do Senhor incluíram seres “à Sua imagem e semelhança”, em condições de “dominar”.

O apóstolo Paulo aborda o problema, escrevendo: “o Espírito de Deus se une com o nosso espírito para afirmar que somos filhos de Deus. Nós somos os Seus filhos e, por isso, receberemos as bênçãos que Ele guarda para o Seu povo – e também receberemos com Cristo aquilo que Deus tem guardado para Ele” (Romanos 8:16-17). Como filhos do Senhor, esta é a mensagem que devemos viver e pregar.

O que o irmão mais velho representa?

  |  Pr. Sérgio Fernandes (instagram @pastorserginho)

Romanos 10:3 - Porquanto, não conhecendo a justiça de Deus, e procurando estabelecer a sua própria justiça, não se sujeitaram à justiça de Deus.

Será que você é um "irmão mais velho"? ==> www.cutt.ly/plJDDH2

No contexto da parábola do filho pródigo, o irmão mais velho representa os fariseus, que julgavam-se merecedores do Reino de Deus e que desprezavam os demais por não serem tão bons quanto eles. Para os tais, era inconcebível a mensagem libertadora de Jesus, que oferecia perdão a publicanos, prostitutas, gentios e outros grupos que eles jugavam não serem merecedores de salvação.

Esse conceito de autojustificação apareceu primeiro no Éden. Quando Adão desobedeceu o mandamento de Deus e cobriu sua vergonha com folhas de figueira, ele estava demonstrando que desejava cobrir seus pecados sem contar com a graça de Deus. Como sabemos pelo texto, Deus reprovou aquelas vestes improvisadas e ofereceu a Adão a única forma de cobrir a vergonha do pecado: no sacrifício de uma vítima inocente, a vergonha do homem poderia ser coberta.

Desde então, parte dos filhos de Adão seguem cometendo o mesmo erro, desprezando a Deus e buscando na justiça própria uma forma de aplacar a sua consciência agitada. Você percebe esse mal corroendo a alma dos homens dentro e fora do ambiente da igreja.