Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #

Jesus e as crianças

  |  Pr. Olavo Feijó

Mateus 19:14 - Jesus, porém, disse: Deixai os meninos, e não os estorveis de vir a mim; porque dos tais é o reino dos céus.

Na maioria das culturas humanas, as crianças eram tratadas como objetos. Principalmente, nas áreas de economia agrícola, ter muitos filhos significava mão de obra barata. É neste contexto que ficamos admirados, ao ver a atitude de Jesus, atribuindo um grande valor espiritual aos pequeninos. “Disse Jesus – Deixem que as crianças venham a Mim e não proíbam que elas façam isso: pois o Reino do céu é das pessoas que são como estas crianças” (Mateus 19:14).

Unindo a teoria à prática, “Jesus impôs as mãos sobre elas” (Mateus 19:15). Este episódio vivido por Jesus, implicou uma doutrina definitiva do ensino bíblico, quando o assunto é criança. O Mestre nunca nos disse que os adultos, pelo simples fato de serem adultos, têm naturalmente direito a viver no “Reino do Céu”.

Uma das características mais marcantes das crianças, diante dos adultos que admiram e amam, é a postura da confiança sem limites. Ao nos recomendar que sejamos como crianças, o Mestre nos encorajou a ter em Cristo uma confiança sem reservas. Diante do Cristo, de nada nos ajuda o discurso teológico. O que Cristo nos pede é o nosso coração, nossa entrega, nossa vida integral. É por isso que o cristão adulto deve ser como criança.

Como anda sua vida de oração?

  |  Pr. Sérgio Fernandes (insta @manadamanha)

Mateus 6:9 - ¶ Portanto, vós orareis assim: Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome;

Se cada cristão soubesse, em verdade, dos benefícios de uma vida profunda de oração, com certeza viveríamos dias em que o estresse, a angústia, os medos e as preocupações não encontrariam espaço em nosso coração.

A oração nos desperta para uma realidade espiritual única, onde tudo é possível, porque Deus está conosco!