Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #

Achamos o Messias

  |  Pr. Olavo Feijó

João 1:41 - Este achou primeiro a seu irmão Simão, e disse-lhe: Achamos o Messias (que, traduzido, é o Cristo).

O encontro de André com Jesus foi muito profundo e transformador. Diz o Evangelho que: “A primeira coisa que André fez foi procurar o seu irmão Simão e dizer a ele – Achamos o Messias (Messias quer dizer Cristo)! (João 1:41).

Quem aceita Jesus, de coração aberto, experimenta a tendência de compartilha-lo com alguém. Antes de Cristo, nossa vida é machucda por injustiças, por maldades e pelo medo. O mundo continua o mesmo, mas o poder do amor de Cristo nos injeta luz espiritual e uma vontade de ver outras pessoas possuídas pela mesma alegria. Isso explica porque André fez questão de levar seu irmão Pedro até Jesus.

Compartilhar nossa experiência com Cristo faz parte do plano de Deus, no estabelecimento do Seu Reino. “Ide por todo o mundo e pregai” é a ordem que Jesus deu a todos os Seus discípulos. É mais do que um dever – é um privilégio. Compartilhar Jesus não é dividir, é multiplicar. Vale a pena ajudar os outros a achar o Messias.

Relacionamentos interpessoais

  |  Pastor Sérgio Fernandes

1 Tessalonicenses 5:14 - Rogamo-vos, também, irmãos, que admoesteis os desordeiros, consoleis os de pouco ânimo, sustenteis os fracos, e sejais pacientes para com todos.

A Igreja é um espaço para desenvolvermos relacionamentos interpessoais. Deus idealizou o ajuntamento dos crentes como uma forma de aprimorarmos o nosso amor e a nossa unidade espiritual em Cristo. Por isso, essa constante tendência de sermos crentes isolados da comunidade cristã é um grande equívoco da igreja hodierna e carece de atenção se quisermos possuir os emblemas de uma genuína comunidade de discípulos.

Nesse ponto, observamos Paulo no orientando como lidar com diferentes tipos de pessoas na igreja: desordeiros, os de pouco ânimo, os fracos e todos os demais. O olhar do apóstolo atinge cada nuance de um grupo de discípulos para que o homem e a mulher de Deus saiba como lidar com os diferentes tipos de irmãos. Devemos pedir, diariamente, para que o Senhor nos dê a moderação que necessitamos para amar a todos os fiéis e sabermos lidar com as diferenças.