Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #

A fé nos convida a um relacionamento pessoal com Deus

  |  Pr. Sérgio Fernandes (insta @manadamanha)

Hebreus 11:2 - Porque por ela os antigos alcançaram testemunho.

No devocional de ontem afirmei que a fé bíblica trata da confiança em Deus e da certeza que Ele é real. Foi essa fé que fez com que os antigos (os fiéis dos tempos bíblicos) obtivessem “bom testemunho” (Hb 11.2). Obter “bom testemunho” significa que eles foram aprovados por Deus pela fé que tiveram.

Como podemos ver, a fé revelada na Bíblia é um convite a um relacionamento pessoal e salvífico com o Criador. O seu alvo é quem Deus é. A busca de um verdadeiro cristão não está reduzida a coisas que o Senhor pode fazer por ele, o crente quer um Senhor para adorar e obedecer e não um gênio da lâmpada para realizar seus sonhos egoístas.

Pense nisso neste dia: o que me trouxe a fé e o que me faz permanecer crendo? Estou buscando um relacionamento vivo com aquele me salvou dos meus pecados ou simplesmente querendo soluções para os problemas que me afligem?

Construir arcas é ridículo?

  |  Pr. Olavo Feijó

Gênesis 6:5 - E viu o SENHOR que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra e que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era só má continuamente.

A imoralidade dos seres humanos, nos séculos anteriores ao cristianismo, chegou a um ponto intolerável. Diz a Bíblia que o Senhor, diante da corrupção espalhada, decidiu começar tudo de novo. E Ele o fez, a partir de um homem excepcional, chamado Noé, que ainda mantinha sua comunhão com Deus.

E foi então que o Senhor decidiu revelar Seus planos ao devoto patriarca, testando sua fé. A prova real da obediência de Noé foi o fato de ele concordar em construir um grande navio. Se os seus vizinhos eram maus elementos, como nos diz a Bíblia, devem ter ridicularizado intensamente o “elefante branco” que ele começou a construir. Entretanto, apesar de todos os pesares, Noé não perdeu sua compostura, construiu a gigantesca arca e, para o nosso bem, sobreviveu ao dilúvio.

Disse alguém que comentários de ridículo machucam mais do que uma bofetada. Nós, como cristãos, fomos chamados para continuar a postura corajosa de Noé. Cada arca que tentamos construir, em função do testemunho que damos do nosso Salvador, faz de nós os continuadores do estabelecimento do Reino de Cristo, em nossa terra.