Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #

Onde a dor chega, os joelhos se dobram

  |  Pr. Sérgio Fernandes (insta @manadamanha)

Jonas 2:1 - ¶ E orou Jonas ao SENHOR, seu Deus, das entranhas do peixe.

Jonas descobriu do modo mais difícil que não dá para lutar com Deus. As consequências da sua desobediência o levaram até as profundezas do mar, quase a morte. Ali, a Escritura diz que Deus enviou um grande peixe para tragá-lo e ele permaneceu três dias e três noites no ventre do animal. Naquela situação irremediável, Jonas foi confrontado definitivamente com a falência do homem e a sua necessidade de um Deus Salvador. Sua ação foi orar (Jn 2.1). É a primeira vez que vemos o profeta orando.

A oração do profeta, uma das mais bonitas registradas na Bíblia (Jn 2.1-9), mostram a resignação deste homem diante do Senhor. Ele reconhece o seu pecado, reconhece que a sua situação é irreversível e reconhece que somente ao Senhor pertence a salvação. Essa mudança radical de postura foi ocasionada pela aflição que sofreu. A aflição é um mecanismo sempre eficaz para nos atrair ao Senhor. Onde o sofrimento chega, os joelhos se dobram em oração. Um dia de oração em meio ao sofrimento nos faz enxergar Deus melhor do que uma vida inteira de bonanças e alegrias.

Jonas precisou sofrer para se lembrar de orar. Se tivesse orado antes, talvez não teria sofrido tanto. Que o nosso estímulo para a comunhão não seja o sofrimento, mas o amor renovado por aquele que morreu para nos resgatar.

Deus conhece meus caminhos

  |  Pr. Olavo Feijó

Salmos 1:6 - Porque o SENHOR conhece o caminho dos justos; porém o caminho dos ímpios perecerá.

A Bíblia é definitiva quando afirma: “O Senhor conhece o caminho dos justos, mas o caminho dos ímpios perecerá” (Salmo 1:6). Esta certeza é fundamental, quando temos que tomar decisões importantes, em nossa vida diária. Um pequeno desvio desnecessário, causado por dúvidas, muitas vezes implicará em prejuízos muito grandes, lá pelo desenrolar da caminhada...

O que significa a declaração de que Deus “conhece nossos caminhos”? Seu sentido é absoluto. Qualquer que seja meu trabalho, que enfrenta prejuízos, minha saúde que enfraquece, meus relacionamentos pessoais que param de dar certo, minha fé que começa a sofrer dolorosas provações: não há problema complicado que o Senhor não consiga resolver, em nossa vida.

Objetivos ao são alcançados quando os desvios são eliminados, antes do ponto final. Cristão que não permite o senhorio e a bússola do Espírito do Senhor, certamente sofrerá o suor e as lágrimas desnecessárias da incredulidade. Por isso, diz o salmista, o “caminho dos ímpios perecerá”. Graças a Deus, nossos caminhos são conhecidos e garantidos pelo Senhor. Apenas por Ele!