Estudos bíblicos diáriosDevocionais
BUSCA POR DEVOCIONAIS
PALAVRA-CHAVE
AUTOR
TÍTULO
BASE BÍBLICA
DATA DE PUBLICAÇÃO
Entre
e
POR ORDEM ALFABÉTICA
A B C D E F G H I J K L M N
O P Q R S T U V W X Y Z #

Devocionais

Pastor Sérgio Fernandes
 Palavra Que Transforma

Manifesto - O casamento misto

  |  Pastor Sérgio Fernandes

Malaquias 2:10 - ¶ Não temos nós todos um mesmo Pai? Não nos criou um mesmo Deus? Por que agimos aleivosamente cada um contra seu irmão, profanando a aliança de nossos pais?

Um segundo pecado de Israel é apontado pelo Senhor. Deus os acusa de desprezarem a aliança e profanarem o templo. O motivo? O povo se casou com idólatras infiéis (vv.10,11; Nm 25.1-4). Deus sempre condenou o casamento misto. Muito embora a Igreja hodierna seja tolerante com tal prática, as Escrituras apontam claramente que o Senhor abomina esse tipo de relação.

O casamento misto desonra a Deus de diversas formas. (1) O crente que procura um cônjuge fora da Igreja mostra que não confia no cuidado de Deus em lhe provisionar um(a) companheiro(a) fiel. (2) Mostra que esse cristão aceita colocara em risco seu relacionamento com o Senhor ao procurar um relacionamento com um infiel. (3) A Bíblia mostra que o povo de Israel sempre caiu no pecado da idolatria quando aceitou o casamento misto. Seria, no mínimo, tolice da Igreja pensar que não corremos os mesmos riscos.

-----------------------------------------------

ASSISTA AS PREGAÇÕES DA SÉRIE "MANIFESTO"

http://bit.ly/1Ipla16


Pr. Olavo Feijó
 Gotas Bíblicas

Por Que Cultivamos Nossas Derrotas?

  |  Pr. Olavo Feijó

Jeremias 5:31 - Os profetas profetizam falsamente, e os sacerdotes dominam pelas mãos deles, e o meu povo assim o deseja; mas que fareis ao fim disto?

O que Deus denuncia, através de Jeremias, faz-nos tremer de preocupação: “Os profetas profetizam mentiras; os sacerdotes governam por sua própria autoridade; e o Meu povo gosta disso tudo. Mas o que vocês farão, quando tudo isso chegar ao fim?” (Jeremias 5:31).

Diz o povo que pior cego é aquele que não quer ver. Um amigo, grande cirurgião, um dia desabafou comigo: “Se um paciente desistiu de viver, não vai adiantar entupi-lo de tantos remédios – ele irá morrer... A tarefa que Deus deu a Jeremias foi inglória, muito pior que a tentativa honesta de enxugar uma pedra de gelo. Desde os tempos do Éden, a história pré-escrita por Deus se repete. O Senhor nos busca, procura preparar-nos para viver em amor, para viver em comunhão com Ele. Assim que a gente pensa que ninguém está vendo, porém, prestamos atenção à primeira serpente enganosa... E, apesar de todos os alertas do divino, caímos na conversa de que “se vocês desobedecerem ao Senhor, certamente vão ficar iguaizinhos a Deus!”. Dá para levar a sério quem acredita em tal embromação?

Por triste e preocupante que possa parecer, a saga de Jeremias se repete, século após século. Até que nós, nos dias de hoje, nos deparamos com outros Jeremias comissionados por Deus! Não seria uma boa ideia buscar ouvir e, até, obedecer ao chamado de Deus? Realmente, não faz sentido fingir que a mensagem bíblica nada mais é do que uma historinha para fazer criança dormir. Se Cristo nos garante vitória, porque insistimos em construir derrota? Que tal, pelo menos uma vez, levar a sério o desafio da Bíblia: “Venham e provem por si mesmos como o senhor é bom. Feliz é o homem que consegue confiar Nele” (Salmo 34:8).