Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #

Suportar em amor

  |  Pr. Sérgio Fernandes (insta @manadamanha)

1 Coríntios 13:4 - ¶ O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.

Sem dúvida, a palavra “suportar” é uma das mais assustadoras da Bíblia. Ela aparece no Novo Testamento algumas vezes e, veja que interessante, em boa parte delas associada ao amor (1 Co 13.4, Cl 3.13,14). A única forma de suportarmos, biblicamente falando, é com muito amor de Cristo no coração.

Suportar, no texto, é a prática da longanimidade no dia a dia. É a força que emprego para tolerar a fraqueza do meu irmão, uma atitude que deve ser contínua e incondicional (1 Pe 4.8). Ter tal clemência só é possível porque tenho sido abastecido com o amor de Jesus Cristo no coração, que me faz ser com o Ele é, capaz de amar quem não merece ser amado (afinal, Ele me ama sem eu merecer).

Acompanhe mensagens diárias do pastor no instagram @manadamanha

As pedras clamarão

  |  Pr. Olavo Feijó

Lucas 19:40 - E, respondendo ele, disse-lhes: Digo-vos que, se estes se calarem, as próprias pedras clamarão.

O texto bíblico nos declara que o objetivo da Revelação Divina é proclamar tanto a glória do Senhor, quanto o Seu desejo de que as criaturas humanas aprendam a viver em comunhão com Ele. A grande frase, no projeto divino é que tudo nos pode mostrar a Sua santa providência. “Os céus proclamam a glória de Deus” (Salmo 19:1).

Quando Jesus veio ao mundo, um dos Seus grandes objetivos foi preparar discípulos, destinados a proclamar ao mundo a mensagem da graça divina. Seu projeto é tão grandioso e urgente que Jesus chegou ao ponto de dizer: “Declaro-vos que se estes se calarem as pedras clamarão” (Lucas 19:40).

Se nos sentimos como parte deste grande programa divino, somos bem-aventurados. Nem pedras, nem anjos, pregam o Evangelho. O privilégio é absolutamente nosso.nossa oração deve ser no sentido de receber, cada vez mais, o Espírito de Cristo, em cujo poder proclamaremos a mensagem: o amor é o poder Salvador de Jesus, o Cristo.