Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #

Raabe, ancestral de Jesus!

  |  Pr. Olavo Feijó

Mateus 1:5 - E Salmom gerou, de Raabe, a Boaz; e Boaz gerou de Rute a Obede; e Obede gerou a Jessé;

Genealogia era a certidão de nascimento do cidadão judeu. Ela funcionava como o documento de identidade. Por causa disso, judeu nenhum colocava o nome de um mau caráter na própria genealogia: nem nome de estrangeiro, nem nome de mulher ou de pessoa de maus antecedentes. Como explicar, então, na genealogia de Jesus, os nomes de Tamar, Raabe, Rute e Maria? Quatro mulheres, sendo que Rute foi uma estrangeira e Raabe foi uma conhecida meretriz... “Salmon foi pai de Boaz e a mãe de Boaz foi Raabe. Boaz foi pai de Obede e a mãe de Obede foi Rute” (Mateus 1:5).

Qual foi a intenção de Mateus, mormente quando se sabe que o Evangelho dele foi endereçado obviamente aos judeus? A razão, nos parece, tem a ver com a inspiração que o evangelho recebeu do Espírito Santo. Ao evitar fazer de Jesus um super judeu, propriedade apenas da cultura hebraica, o escritor bíblico lançou as raízes da universalidade do Cristo.

É este denominador comum espiritual que marca todos os escritos da visão universal de Jesus, o Cristo. E é por causa desta universalidade que nós outros, vinte e um séculos depois, pregamos o mesmo Jesus Cristo, nossas comunidades devem ser miscigenadas, imperfeitas, humildes. O que nos importa não é a genealogia de Jesus, mas o Jesus da genealogia... de todas as genealogias, incluindo a nossa.

O milagre pela humildade...

  |  Pastor Sérgio Fernandes

Marcos 5:23 - E rogava-lhe muito, dizendo: Minha filha está moribunda; rogo-te que venhas e lhe imponhas as mãos, para que sare, e viva.

Todas as vezes que precisamos encarar uma entrevista de emprego, nos preocupamos demais com nossa apresentação pessoal. E no primeiro encontro com aquela antiga paquera? Em momentos decisivos da vida, procuramos ter a postura mais correta possível, pois realmente acreditamos que “a primeira impressão é a que fica”.

Eu vejo que Jairo foi até Cristo com um propósito bem definido no coração. Ele sabia exatamente o que queria e não fez questão de ser emotivo e quebrantado diante do Salvador. A cena parece a de uma mãe, não de um pai. Mas diante do Mestre, mesmo essas convenções caem por terra. Ele chegou com todo o cuidado diante de Jesus. E, ele fez algo digno de nota!

A Bíblia afirma que Jairo rogou muito. Rogar significa pedir com insistência e humildade. A palavra é bem apropriada, pois, sendo um dos líderes da sinagoga, Jairo era socialmente superior a Jesus. Ele teve que descer do pedestal para ver o seu milagre.

Será que não é hora de você fazer o mesmo? Temos a infeliz capacidade de pensarmos que somos alguma coisa. Podemos ser nesta vida, mas diante do Salvador, até as majestades se prostram. Jairo humilhou-se e declarou com fé que cria que Jesus poderia curar sua filha. E viu o milagre!

O Pai te diz: “Humilha-te na minha presença, e Eu te concederei a tua petição”!

Deus te abençoe