Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #

Orem pelos inimigos

  |  Pr. Olavo Feijó

Lucas 6:31 - E como vós quereis que os homens vos façam, da mesma maneira lhes fazei vós, também.

Vivemos em um mundo de egocêntricos. De tanto sofrer desapontamentos, em nossas relações sociais, desenvolvemos a postura da autossuficiência: “Se eu não fizer, ninguém fará por mim”. Segundo esta mesma linha de pensamento, também dizemos: “Quem quer faz; quem não quer manda”.

O próximo passo do egocentrismo geralmente é o egoísmo. O egoísta aprendeu a ser mais do que o centro do mundo. para ele, viver em sociedade significa dar certo às custas dos outros... A pergunta é sempre a mesma: “que benefício vou ter, desenvolvendo tal amizade?”.

A mensagem de Jesus, no “Sermão do Monte” é revolucionária: “Mas Eu digo a vocês que estão me ouvindo: amem os seus inimigos e façam bem aos que odeiam vocês... Façam aos outros a mesma coisa que querem que eles façam a vocês” (Lucas 6:31). Orar pelos inimigos sempre faz bem a eles e beneficia aquele que ora. Por isso, Jesus nos ensinou a amar inimigos.

Deus tem um caminho melhor

  |  Pr. Sérgio Fernandes (instagram @pastorserginho)

1 Samuel 1:6 - E a sua rival excessivamente a provocava, para a irritar; porque o SENHOR lhe tinha cerrado a madre.

Um ponto interessante na história de Ana é o fato de o texto bíblico salientar que a sua esterilidade era obra do Senhor (1 Sm 1.6). Pode parecer estranha essa afirmação, uma vez que é comum associarmos os problemas que enfrentamos como resultado de má semeadura ou de forças malignas, mas eis um caso bíblico em que o sofrimento decorre de algo que o Senhor está fazendo. É inevitável perguntarmos o motivo disso.

A percepção que tenho na leitura é a de que Ana precisava entender que Deus tinha um caminho melhor para ela. Certamente, ela desejava profundamente dar um filho a Elcana, mas o plano de Deus era a de que ela desse o seu filho a Ele. Veja no texto bíblico o voto que Ana fez: em específico, ela ora pedindo a Deus um menino (para dar descendência ao marido) e o consagra ao serviço divino. Ana queria apenas gerar um filho, mas Deus queria que ela gerasse Samuel. O sofrimento pontual estava preparando o seu coração para algo que ainda não havia subido ao seu coração.

Por isso, cada cristão deve orar a Deus no sentido de conhecê-lo mais e discernir quais são os seus caminhos para a sua vida. Algumas orações ainda não respondidas podem significar novos rumos e novas possibilidades. Pense nisso! O Deus que tudo faz para o nosso bem certamente nos conduzirá em graça em Sua presença!

PS: Você não precisa ser de ferro para fazer a diferença!

https://youtu.be/efJzAMeKCRg