Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #

O Senhor planejou minha vida

  |  Pr. Olavo Feijó

23:14 - Porque cumprirá o que está ordenado a meu respeito, e muitas coisas como estas ainda tem consigo.

Ninguém vive entregue a um suposto destino. De acordo com a Bíblia, Deus se envolve com Sua criação e com Suas criaturas. Foi isto que Jó aprendeu, na sua comunhão com o Senhor: “Ele levará até o fim o que planejou fazer comigo e levará até o fim o que planejou fazer comigo e também realizará todos os Seus outros planos” (Jó 23:14).

O tema do Livro de Jó afirma, explicitamente, que Deus é a autoridade máxima do mundo e que tudo, inclusive os seres do mal, está submisso ao Seu poder. O sofrimento dos justos, explica o Livro, visa ao desenvolvimento espiritual deles. Os amigos de Jó expressam aspectos comuns da teologia popular baseados no mérito das pessoas: quem pratica o mal merece sofrer – já o praticante do bem merece blindagem contra injustiças e sofrimentos. O autor do Livro denuncia a meritocracia e proclama o senhorio absoluto do Senhor Deus.

No Livro, Jó denuncia abertamente a doiutrina de que Deus depende do comportamento humano, nas Suas decisões e atuações. Ao declarar que Deus “levará até o fim o que planejou fazer comigo”, Jó se afilia aos outros autores bíblicos que, como o apóstolo Paulo, acreditam que “Deus faz contribuir todas as coisas pra o bem daqueles que O amam” (Romanos 8:28). Não somos órfãos abandonados. Somos filhos de Deus, cuidadosamente apoiados por Ele. A vida vitoriosa, então, é aquela que, ao aceitar o senhorio divino, procura viver em harmonia com Ele.

O trabalho de um cooperador fiel

  |  Pastor Sérgio Fernandes

1 Tessalonicenses 3:1 - ¶ Por isso, não podendo esperar mais, achamos por bem ficar sozinhos em Atenas;



Paulo prossegue dando o seu relato sobre os acontecimentos que o levaram para longe da Igreja dos Tessalonicenses. Nós já sabemos que após deixar a cidade ele partiu para Beréia, e de lá, para Atenas. Seu coração, contudo, permanecia com os irmãos. Preocupado em não abandonar os crentes, ele envia Timóteo para saber notícias daquela nova igreja. O papel de Timóteo era claro: (1) Fortalecer e (2) dar ânimo na fé. Veja que o trabalho do evangelho não pode se limitar a evangelização.

O cooperador cristão tem o dever de desempenhar essas duas tarefas com excelência no rebanho de Deus. Primeiro, devemos fortalecer os irmãos, isto é, torná-los mais fortes. Através da pregação da doutrina bíblica, do ensino sistemático e do pastoreio, vamos tornando as ovelhas de Jesus cada vez mais fortes e, obviamente, mais frutíferas no reino. Mas não basta apenas fortalecer, precisamos também dar-lhes ânimo na fé. Isso significa oferecer algum alívio para os seus corações diante das imensas dificuldades que enfrentam. Tendo em vista a esperança cristã (e não criando falsas expectativas), devemos encorajar os fiéis a permanecerem até o fim em suas jornadas ao lado de Cristo, pois a recompensa está reservada para aqueles que o Senhor Deus quis salvar! Não desista!

------------

ASSISTA O PASTOR SÉRGIO

MINISTRANDO ESSA MENSAGEM

http://bit.ly/2cjfVnW