Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #

Manifesto - O que serve a Deus e o que não serve!

| Pr. Sérgio Fernandes (insta @manadamanha) (texto publicado em 30/7/2015)

Deus promete fazer deles um tesouro especial e promete ter compaixão do mesmo modo que um pai tem de um filho. A nossa herança é o Senhor.

Manifesto - Cristianismo não é blindagem contra o sofrimento

| Pr. Sérgio Fernandes (insta @manadamanha) (texto publicado em 24/7/2015)

A grande promessa do evangelho é a remoção da culpa do pecador e a restauração da sua comunhão com Deus, pela fé em Jesus Cristo.

Manifesto - Uma religião sem interesses

| Pr. Sérgio Fernandes (insta @manadamanha) (texto publicado em 20/7/2015)

Será que a gente permaneceria com o mesmo entusiasmo, a mesma paixão e dedicação a Deus se Ele decidisse não fazer nada por nós?

Manifesto - As bençãos da contribuição

| Pr. Sérgio Fernandes (insta @manadamanha) (texto publicado em 17/7/2015)

Podemos semear com alegria, sabendo que com isso glorificaremos aquEle que tem nos chamado e nos sustentado.

Manifesto - A dádiva da contribuição

| Pr. Sérgio Fernandes (insta @manadamanha) (texto publicado em 16/7/2015)

Costumo afirmar que o que Deus nos dá é dEle, e nós devolvemos a Ele em forma de louvor e gratidão. Ofertar e dizimar são formas bíblicas de adoração.

Manifesto - Deus não muda. Seu povo também não!

| Pr. Sérgio Fernandes (insta @manadamanha) (texto publicado em 15/7/2015)

Deus não muda, Ele nos ama com amor eterno. Mas o povo também não muda, sempre sendo tentado a se afastar da presença divina.

Manifesto - O juízo virá

| Pr. Sérgio Fernandes (insta @manadamanha) (texto publicado em 14/7/2015)

A Bíblia frequentemente apresenta uma relação daqueles que ficarão de fora das promessas feitas pelo Senhor.

Manifesto - Purificados

| Pr. Sérgio Fernandes (insta @manadamanha) (texto publicado em 13/7/2015)

Deus só aceita as obras daqueles que ele já purificou. Israel precisava experimentar o fogo refinador para oferecerem sacrifícios que agradavam a Ele, e a Igreja, purificada pelo sangue do Cordeiro, oferece sacrifícios espirituais ao Senhor.

Manifesto - A purificação da prata

| Pr. Sérgio Fernandes (insta @manadamanha) (texto publicado em 10/7/2015)

Deus permite muitas vezes que o fiel seja provado na fornalha da aflição para que, por essa provação, a imagem dEle em nós se aperfeiçoe.

Manifesto - Fogo Refinador

| Pr. Sérgio Fernandes (insta @manadamanha) (texto publicado em 9/7/2015)

O infiel enfrenta o sofrimento sem propósito, pois esse o leva mais profundamente a infidelidade e descrença. O crente passa pelo sofrimento com propósito, pois esse o leva mais profundamente a um relacionamento pessoal com o Senhor.

Manifesto - Olhe para frente!

| Pr. Sérgio Fernandes (insta @manadamanha) (texto publicado em 8/7/2015)

É como se o Senhor quisesse disser para o seu povo: olhem para frente, sigam em frente, o que tenho preparado é o melhor!

Manifesto - A aparente prosperidade do ímpio

| Pr. Sérgio Fernandes (insta @manadamanha) (texto publicado em 7/7/2015)

Devido a uma má compreensão do que é benção e maldição, do que é riqueza e pobreza, do que é providência de Deus e o que não é, o povo de Deus sempre lutou com a realidade de que, aparentemente, a vida do ímpio é melhor que a do justo.

Manifesto - Sobre o divórcio

| Pr. Sérgio Fernandes (insta @manadamanha) (texto publicado em 6/7/2015)

As consequências do divórcio são terríveis: homens e mulheres feridos emocionalmente, filhos que perdem seus referenciais e apatia espiritual na igreja que passa a tolerar o que Deus odeia.

Manifesto - Infidelidade Conjugal

| Pr. Sérgio Fernandes (insta @manadamanha) (texto publicado em 3/7/2015)

O trauma da infidelidade conjugal é imensurável. A Igreja deve ter um alto padrão de pureza sexual, para evitar que esse câncer espiritual venha destruí-la.

Manifesto - O casamento misto

| Pr. Sérgio Fernandes (insta @manadamanha) (texto publicado em 2/7/2015)

A Bíblia mostra que o povo de Israel sempre caiu no pecado da idolatria quando aceitou o casamento misto. Seria, no mínimo, tolice da Igreja pensar que não corremos os mesmos riscos.