Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Ser Filho de Deus é Dádiva  |  Pr. Olavo Feijó

2 João 1:12 - ¶ Tendo muito que escrever-vos, não quis fazê-lo com papel e tinta; mas espero ir ter convosco e falar de face a face, para que o nosso gozo seja cumprido.

Na cosmovisão do Evangelista João não havia dúvida – tudo começou com o Senhor e todas as coisas lhe pertencem. Sua revelação vai mais além e nos informa que muitos seres humanos rejeitaram o senhorio do criador. “Contudo, aos que O receberam, aos que creram no Seu nome, deu-lhes o direito de se tornarem filhos de Deus” (João 1:12).

Neste contexto da Bíblia, ninguém nasce automaticamente “filho de Deus”. Cada um ou cada uma que nasce é apenas criatura de Deus. Esta diferença essencial foi focalizada no texto: “veio para o que era Seu; e os Seus não O receberam”. A transformação de “criatura” para “filho” é explicada no verso 12 – “o direito de se tornarem filhos de Deus” foi (e é) outorgado àqueles que creram no Seu nome. É uma dádiva divina.

A concretização da filiação divina ocorre quando, pela fé, a criatura humana “recebe” Cristo Jesus como o Unigênito Filho de Deus. E, em O aceitando, submete-se ao Seu senhorio, passando a viver de acordo com a vontade divina, revelada nas Escrituras. Caso alguém suspeite que isso é fácil, a solução é simples: basta, honestamente, reconhecer os próprios pecados e limitações para, em seguida, do fundo do seu coração, aceitar Jesus como seu Salvador e Senhor. Quem tentar fazer isto vai descobrir logo que esse processo não acontece sem o poder do Espírito Santo. Ser filho de Deus é dádiva.