Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
O Senhor é Meu Pastor  |  Pr. Olavo Feijó

Salmos 23:1 - ¶ [Salmo de Davi] O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará.

Davi, antes de ser rei, fora pastor de ovelhas. Ele sabia, de experiência própria, quão importante era a função de um pastor. Pois foi neste contexto que ele escreveu : “O Senhor é meu pastor; nada me faltará”. ( Salmo 23:1 )

Ao fazer uma afirmação tão categórica, o Salmista certamente provoca discussão. De um lado, há os bons crentes que já foram ou que estão desempregados. De outro lado, existem os cristãos sofrendo por causa de enchentes, terremotos ou incêndios. Isto, sem falar nos assaltos, nas injustiças e nas enfermidades graves. Isso não é ter falta? Apesar de trem o Senhor como pastor?

Este tipo de perguntas certamente aparece, quando interpretamos “nada nos faltará” de uma forma absoluta, não realista. Nunca foi a intenção de Davi o afirmar que crente viverá dentro de um escudo mágico, onde não penetra nada de ruim. No verso 19, do Salmo 34, o próprio Salmista afirma: “O justo passa por muitas adversidades” – neste “muitas”, certamente podemos colocar as “adversidades” que sofremos ou que outros crentes sofrem. Onde fica, então, o “nada nos faltará”? Fica na segunda metade do verso 19 : “mas o Senhor o livra de todas”. Aqueles que, pela fé, receberam os livramentos do Senhor, entendem o Salmista. E se alegram, quando dizem “ O Senhor é meu pastor”.