Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Costume da Polêmica  |  Pr. Olavo Feijó

1 Coríntios 11:16 - Mas, se alguém quiser ser contencioso, nós não temos tal costume, nem as igrejas de Deus.

Paulo procurou responder, aos coríntios, sobre o hábito de cabelos compridos ou o uso do manto sobre a cabeça. Depois de dar sua opinião, minimizou o assunto, achando que não deveria ser o foco de brigas nas igrejas: “Mas se alguém quiser fazer polêmica a esse respeito, nós não temos esse costume, nem a igreja de Deus” ( I Coríntios 11:16 )

De tanto responder a assuntos menores, surgidos entre membros de igreja que apontam para o cisco no olho dos irmãos e nem se dão conta da “trave” nos seus próprios olhos, Paulo propõe um princípio universal: “quer comais, quer bebais, fazei tudo para a glória de Deus!”

O Autor de Hebreus também lamenta as polêmicas doutrinárias e institui: “portanto, deixemos os ensinos elementares a respeito de Cristo e avancemos para a maturidade” (6:1).

A postura unânime dos ensinos do Novo Testamento não é a de brigarmos entre nós, mas a de buscarmos o consolo mútuo, típico do “chorar com os que choram e alegrar-se com os que se alegram”. Este costume deve ser o da “igreja de Deus”.