Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Balanças Desonestas  |  Pr. Olavo Feijó

Provérbios 11:1 - ¶ Balança enganosa é abominação para o SENHOR, mas o peso justo é o seu prazer.

Balança desonesta não é, apenas, um caso de polícia – é, também, uma questão teológica: “O Senhor repudia balanças desonestas, mas os pesos exatos lhe dão prazer” (Provérbios 11:1).

Quem usa balança desonesta é, certamente, uma pessoa que repudia a retidão. E, parodiando o ensino do Evangelho, quem é infiel no pouco, tem a capacidade de ser infiel no muito. Vai ser, apenas, uma questão de oportunidade e de tamanho do ganho. A balança só ficou desonesta porque uma pessoa desonesta prejudicou a sua integridade. As coisas são neutras – são as pessoas desonestas que usam para o mal.

O problema das balanças, então, é o problema do coração humano. Um bisturi, nas mãos de um cirurgião competente e íntegro, salva vidas. Já nas mãos de um ser raivoso pode tirar vidas... esta é a razão por que “os pesos exatos lhe dão prazer”. Na realidade, são os corações exatos que dão prazer ao Senhor. Fazer aquilo que é bom e honesto é uma atitude de respeito ao Senhor. É uma postura de reconhecimento do Senhor e da Sua santidade. Consequentemente, antes de endireitar nossas balanças, é essencial endireitar nosso relacionamento com o Senhor. Quem ama ao Senhor também tem prazer nos pesos exatos.