Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Os Direitos dos Pobres  |  Pr. Olavo Feijó

Provérbios 29:7 - ¶ O justo se informa da causa dos pobres, mas o ímpio nem sequer toma conhecimento.

Pobre é aquele que, por um conjunto de razões, não conseguiu dinheiro o suficiente. Pobreza financeira, entretanto, não deve significar pobreza de todas as coisas. Por isso, Salomão nos alerta: “Os justos levam em conta os direitos dos pobres...” (Provérbios 29:7)

Quando a sociedade consumista toma conta de nós, tudo passa a ser julgado pelo custo em dinheiro. Bom é o que custa caro. Importante e poderoso é o acumulou riqueza financeira. E este raciocínio chega ao ponto máximo de considerar como natural o achar que as virtudes humanas dependem da conta bancária.

Alguns dos maiores filósofos foram pobres. Pintores que produziram obras primas viveram pobres. Quanto a Jesus, diante do desejo de um interessado em ser Seu discípulo, Sua palavra foi transparente: “O Filho do Homem não tem onde repousar a cabeça”. Em outras palavras, a pessoa que mais revolucionou a história da humanidade foi pobre! Em função disso, diz a Bíblia que “o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males”. A pregação de Jesus Cristo trouxe uma nova visão sobre a valorização do homem do povo. Ela foi muito além do conselho de Provérbios, ela não apenas “levou em conta os direitos dos pobres”. Jesus Cristo mostrou aos “pobres” a verdadeira riqueza da vida.