Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Domínio à Imagem do Criador  |  Pr. Olavo Feijó

Gênesis 1:26 - ¶ E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; e domine sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo o réptil que se move sobre a terra.

Desde o momento de sua criação o ser humano recebeu do criador uma solene responsabilidade: “Então disse Deus – Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança. Domine ele...” (Gênesis 1:26).

A opinião do mundo, hoje, é quase unânime: o que o homem fez com a Terra foi um drama sistemático de irresponsabilidade. Exploração até à exaustão. Eliminação de gases até um ponto suicida de aquecimento global. Morticínio de animais e plantas até a um nível de extermínio.

Quando o Senhor compartilhou com o ser humano a responsabilidade de administrar o planeta, houve uma condição: Fazê-lo à “imagem e semelhança” Dele, o Criador. À imagem e semelhança significava (e significa), pelo menos: com inteligência, com planejamento, com respeito, com amor. O Senhor amou tanto o mundo que deu o melhor que possuía. O homem abusou tanto do mundo que o desfigurou, à maneira dos seus egoísmos e perversidades. De acordo com Paulo, a esperança do mundo repousa na ação daqueles que aceitaram a soberania do Criador e que respeitam sua “imagem e semelhança”. Quando isso acontecer, “a natureza criada será libertada da escravidão da decadência em que se encontra, recebendo a gloriosa liberdade dos filhos de Deus” (Romanos 8:21) Amém.