Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Justiça própria dentro e fora da igreja  |  Pr. Sérgio Fernandes (instagram @pastorserginho)

Romanos 1:17 - Porque nele se descobre a justiça de Deus de fé em fé, como está escrito: Mas o justo viverá da fé.

Será que você é um "irmão mais velho"? ==> www.cutt.ly/plJDDH2

Fora do contexto religioso, a justiça própria leva os homens a buscarem caminhos de virtude como uma justificativa para não se renderem a Deus. Veja hoje a quantidade de pessoas afirmando: "eu sou melhor do que muitos crentes", ou "eu estou fazendo o que a igreja não faz". Quando alguém começa a vociferar tais coisas, o fétido cheiro da justiça própria chega às narinas de Deus, como um clamor: "eu não preciso de Deus". Pobres coitados! Seu engano os levará a uma ardente condenação!

O problema é que no contexto religioso, a justiça própria pode encontrar também um excelente terreno para crescer e sufocar a obra de Deus, quando pessoas que estão nas igrejas e ainda não compreenderam a natureza do Reino de Deus começam a se comportar como irmãos mais velhos. Infelizmente, comunidades inteiras de cristãos são repletas dessas pessoas que ainda não entenderam o evangelho de Jesus Cristo.

Quando a Igreja abandona a pregação do evangelho e se torna meramente uma voz moralizadora, ela não produz discípulos de Cristo, mas "irmãos mais velhos" que poderão ser mais dignos do inferno do que os pecadores que estão fora dela. Isso porque tendo a Bíblia como testemunho de que o evangelho é a oferta graciosa da justiça de Deus para os que não merecem recebê-la, julgam-se donos de Cristo, donos do Reino, donos da Igreja e donos do próprio céu. Muitas pessoas foram feridas por "irmãos mais velhos" e hoje, já não conseguem enxergar na igreja a graça de Cristo. Temos uma responsabilidade diante de Deus de jamais deixarmos nosso coração se embriagar com a justiça própria. E para isso acontecer, precisamos beber diariamente das fontes da salvação.