Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
O julgamento condenatório não foi deixado para a Igreja  |  Pr. Sérgio Fernandes (instagram @pastorserginho)

Romanos 14:4 - Quem és tu, que julgas o servo alheio? Para seu próprio senhor ele está em pé ou cai. Mas estará firme, porque poderoso é Deus para o firmar.

Saber tolerar as diferenças é uma arte! Saiba como em www.cutt.ly/3hqwxWu

É óbvio que os cristãos poderão discordar em assuntos secundários da fé, uma vez que a vida anterior à conversão irá reger nossos valores e as percepções que temos sobre o que é lícito ou não. Um cristão brasileiro filho de pais alcóolatras certamente condenará exaustivamente o consumo moderado de bebidas alcoólicas, enquanto outros cristãos que venham de culturas onde consumir vinho junto às refeições poderão entender que tal atitude se trata de um ineficaz exagero, uma vez que o Reino de Deus não é comida ou bebida (Rm 14.17).

Por isso, embora cada cristão tenha o direito de conservar sua fé e valores de modo a agradar ao Senhor, o mesmo não pode considerar-se superior por discordar de outro irmão que talvez não se sinta com a consciência constrangida em observar as mesmas regras. Naquilo que é fundamental, deve haver unidade; no secundário, tolerância e em todas as demais coisas, amor.

Reflita sobre isso!