Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Futuro de Paz  |  Pr. Olavo Feijó

Salmos 37:37 - Nota o homem sincero, e considera o reto, porque o fim desse homem é a paz.

Comparando a prosperidade presente do homem injusto com o futuro de paz daqueles que procuram obedecer ao Senhor, diz o salmista: “Nota o homem sincero e considera o que é reto, porque o futuro desse homem será de paz” (Salmos 37:37).

Temos uma tendência apara o imediatismo. Quando plantamos, geralmente é o pé de alface, para o almoço do dia seguinte. Nossa paciência não aguenta esperar por anos a fio, para ver nossa muda de jequitibá crescer. Por isso, quando olhamos o dinheiro rápido conseguido pelos que não amam ao Senhor, ficamos tão arrasados pelo Seu tempo presente, que nem sequer nos ocupamos de examinar Seu futuro de problemas e tropeços.

Nossa Bíblia, apesar de nos revelar um Criador com características eternas, chama nossa atenção para o desenrolar do tempo, dentro do contexto do Senhor. Sem grandes complexidades teológicas, Escritura nos alerta para a íntima relação de causa e efeito, que existe entre nosso passado, nosso presente e nosso futuro. “Tudo o que o homem semear, isto também colherá”. Mesmo dando ênfase à dimensão que se chama “hoje”, a Bíblia diz que quem estabelece a base do futuro de paz, de tranqüilidade humana, o caminho é cultivar a sinceridade e a retidão na vida diária. Ter hoje comunhão com o Senhor significa ter, no futuro, a paz que somente o Senhor garante.