Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Por que não transformar pedras em pão?  |  Pr. Olavo Feijó

Mateus 4:4 - Ele, porém, respondendo, disse: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus.

Matar a própria fome é coisa legítima. Garantir o pão que mata a fome, através de concessões espirituais, ainda que possa ser eficiente, não constitui comportamento aprovado pelo Senhor. Nosso pão não é para se garantido às custas de concessões da alma. Não nos esqueçamos de que, mesmo na pior das situações, sempre contamos com o Senhor e Sua legião de anjos.

A pergunta é a seguinte: diante da tentação de Satanás, propondo-lhe transformar pedras em pães, por que Jesus resistiu ao diabo, não realizando o milagre que Lhe foi sugerido? Considerando-se que, no decorrer do Seu ministério terreno, multiplicara cinco pães e dois peixes, que haveria de mal em matar Sua própria fome, em pleno deserto?

A explicação deve encontrar-se na dimensão dos motivos. Na tentação, transformar pedras em pão seria usar necessidades lícitas em uma postura ilícita: o Cristo não precisava do diabo, no Seu processo de anunciar Seu Evangelho ao mundo! Não é à toa que a Bíblia identifica Satanás como “pai da mentira” (João 8:44). E que “não só de pão viverá o homem, mas de toda Palavra que sai da boca de Deus” (Mateus 4:4).