Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
De Nazaré sai coisa boa?  |  Pr. Olavo Feijó

João 1:46 - Disse-lhe Natanael: Pode vir alguma coisa boa de Nazaré? Disse-lhe Filipe: Vem, e vê.

A maioria das pessoas não sabe o que significa o termo "premissa maior". Essencialmente, entretanto, premissa maior que dizer um tipo de crença a partir da qual baseamos quase todas as idias que consideramos certas. O grande problema dos fanáticos da postura "premissa maior" é a intensidade com que negam a possibilidade de qualquer tipo de conhecimento que não seja o de natureza lógica (por exemplo: o conhecimento de natureza psicológica). "Por acaso, é de boa qualidade o conhecimento que não vem da lógica?".

As pessoas que acham inadequada a postura de alguém que baseie sua confiança, principalmente, em realidades e experiências subjetivas, dão todo apoio à incredulidade de Natanael. Por outro lado, não faltam pessoas corretas que desconfiam do objetivismo dos pesquisadores dos laboratórios, que só declaram verdadeira uma conclusão brotada das mensurações dos aparelhos científicos...

João nos narrou uma experiência pessoal, que ele fez questão de inserir no Evangelho que escreveu. "No dia seguinte, Jesus decidiu ir para a Galiléia. Encontrou Filipe e lhe disse - Venha Comigo... Então Filipe saiu à procura de Natanael e lhe disse: Nós encontramos o Messias... O nome Dele é Jesus, filho de José de Nazaré! - Nazaré!, exclamou Natanael. Pode vir alguma coisa boa de lá? - Venha e veja você mesmo - declarou Filipe" (João 1:46). Lendo a narrativa de João, fica biblicamente claro que as coisas espiritualmente boas, se tem origem em Jesus Cristo, devem todas ser aceitas por nós.