Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
O viver e o morrer em Cristo  |  Pr. Olavo Feijó

Filipenses 1:21 - ¶ Porque para mim o viver é Cristo, e o morrer é ganho.

O adjetivo “fanático” descreve a pessoa que vive a sua vida como a expressão de uma só convicção. Ser fanático é uma postura construtiva, dependendo da qualidade espiritual da convicção. Caso aceitemos esta definição, nada impedirá que descrevamos o apóstolo Paulo como “fanático por Cristo”. Escrevendo aos Filipenses, o apóstolo afirmou: “Pois, para mim, viver é Cristo e morrer é lucro” (Filipenses 1:21).

“viver em Cristo” significa, essencialmente, traduzir em valores bíblicos, todo tipo de significado que tenha um peso de profunda importância espiritual. O dinheiro, por exemplo, quando posto ao serviço da dignidade das pessoas, adquire grande valor social. Neste contexto, escrevendo a Timóteo, Paulo declarou: “O amor ao dinheiro é uma fonte de todos os tipos de males” (I Timóteo 6:10).

Por outro lado, o “morrer em Cristo”, se compreendido no contexto da ressurreição final, passa a significar uma realidade de profunda importância eterna. Ninguém morrerá em Cristo, caso não tenha vivido em Cristo. Em outras palavras, nosso chamado não é para mártires, mas para sermos testemunhas. Repetindo: quando morremos por Cristo, garantimos nossa ressurreição em Cristo.