Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
O mundo em que vivemos é de mentira  |  Pr. Sérgio Fernandes (instagram @pastorserginho)

João 14:6 - Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.

Vivemos em uma época difícil, assolada por décadas de pós-modernidade e de desconstrução de valores morais absolutos. Os esforços políticos para reformatar a sociedade e implodir os valores judaico-cristãos que formaram o pensamento ocidental atingem as bases da cosmovisão cristã. Por isso, vivemos dias em que crentes estão nas igrejas sem fé em Deus, sem certeza de salvação, apoiando ideologias nefastas e, o pior, sem conhecimento da verdade.

A Igreja persevera na doutrina dos apóstolos porque ela nos apresenta “a verdade”. Me recordo certa vez que, numa sala de EBD para adolescentes, um aluno me questionou o motivo de eu acreditar somente o cristianismo era verdadeiro. Perguntei para ele se ele podia me definir “o que era verdade”. Ele prontamente respondeu: “a verdade é o que eu acho que é certo”. Eu lhe respondi: “aqui reside a sua segurança com o cristianismo. Para você, a verdade é um conceito flexível e para mim, a verdade é uma pessoa” (Jo 14.6). Se Jesus é a verdade (artigo definido), tudo o que Ele disse representa a verdade absoluta para mim. Foi Ele quem autenticou a Escritura do Antigo Testamento. Em sua morte e ressurreição, Ele sinalizou como verdadeiras e infalíveis as suas promessas. Na sua oração, Ele pediu que fôssemos santificados “na verdade” e que a “palavra de Deus” era a verdade (Jo 17.17). Somente seguindo “A Verdade” poderemos chegar no Pai Celestial, porque somente a verdade pode nos libertar (Jo 8.32). Toda a nossa busca espiritual e a fé que possuímos não é um mero conceito filosófico ou um conjunto de lendas e folclores que compuseram uma forma de tradição que veio se tornar o cristianismo. Não! A nossa fé está enraizada na história, tendo o testemunho das Escrituras, dos profetas e dos apóstolos. Precisamos caminhar na verdade!