Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Cristo começa e aperfeiçoa  |  Pr. Olavo Feijó

2 Coríntios 11:30 - Se convém gloriar-me, gloriar-me-ei no que diz respeito à minha fraqueza.

Escrevendo aos Coríntios sobre o aperfeiçoamento da nossa vida cristã, Paulo declara: “Se é necessário gloriar-me, gloriar-me-ei das coisas da minha fraqueza” (II Coríntios 11:30). A lógica do argumento do apóstolo é simples e óbvia: só procura comida aquele que sente fome; só procura descanso aquele que sente o peso da fadiga.

A crítica do Senhor aos membros da igreja em Laodicéia segue a mesma lógica bíblica: “Visto que dizes: rico sou e estou enriquecido e de nada tenho falta. Eu te aconselho que de Mim compres ouro refinado no fogo...” (Apocalipse 3:17-18).

O Senhor reconhece nossas fragilidades e, por isso, Ele nos ama e nos convida para desenvolver intimidade com Ele: “Eis que Estou à porta e bato. Se alguém ouvir a Minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa, cearei com ele e ele Comigo” (verso 20). Os ruídos do mundo interferem na voz do Cristo, quando Ele pede entrada em nossa vida. Vale a pena aprender com a experiência de Elias, quando buscou a mensagem de Jeová – ela não se revelou no forte vento, nem no terremoto, nem no fogo. A revelação do Senhor foi feita através “de um suave silêncio” (I Reis 19:12). Ensinando-nos sobre a oração, disse Jesus: “Quando orares, entra no teu quarto e, fechada a porta, ora a teu Pai que está em secreto – e teu Pai, que está em secreto, te retribuirá” (Mateus 6:6).