Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Se for possível...  |  Pr. Olavo Feijó

Lucas 22:42 - Dizendo: Pai, se queres, passa de mim este cálice; todavia não se faça a minha vontade, mas a tua.

Jesus, certamente, quis nos ensinar como dialogar com o Senhor, quando enfrentamos problemas sérios. Após Seu ministério terreno, o Mestre sabia da morte sacrificial que estava para sofrer. Abriu Seu coração e clamou: “Pai, se queres, afasta de Mim este cálice de sofrimento!” (Lucas 22:42). Gostemos ou não, somos criaturas frágeis, alvos das tribulações do mundo. A proposta de Jesus é: 1. o mundo Me odeia. 2. vocês me amam. 3. consequentemente, o mundo vai odiar vocês.

Temos o direito de pedir o auxílio divino, no meio das perseguições: é isto que Jesus nos encoraja a fazer. Se assumimos esta atitude, o final de nossa oração, certamente, será: “Entretanto, que se não faça a minha vontade, mas aquilo que Tu queres”.

O Senhor quer o melhor para os Seus fieis. Nem sempre entendemos a vontade de Deus. Entender Sua vontade, porém, sempre implica nossa atitude de aceitação. A ressurreição nunca teria acontecido, se Jesus tivesse fugido da crucificação. Como nos explicou o Senhor: “No mundo, vocês vão sofrer tribulações. Mas não fiquem desanimados: Eu venci o mundo” (João 16:33).