Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
O evangelho de Cristo nos rasga  |  Pr. Sérgio Fernandes (instagram @pastorserginho)

Mateus 2:19 - Dizendo: Levanta-te, e toma o menino e sua mãe, e vai para a terra de Israel; porque já estão mortos os que procuravam a morte do menino.

Após permanecerem um período no Egito, certamente poucas semanas, José é orientado pelo Senhor a voltar para a sua terra, porque aqueles que desejavam o mal do menino já haviam morrido (Mt 2.19,20). Como eles se sustentaram no período? Não sabemos. Quantas coisas tiveram que abandonar? Nenhum registro na Escritura. Tudo o que sabemos é que José passou a ser conduzido pela Palavra de Deus, abandonando sua vida, seus sonhos e ambições e seguindo por fé aquilo que o Senhor havia determinado para a sua vida.

Essa ousadia de José é um convite a vivermos o evangelho em toda a sua plenitude. Infelizmente, reduzimos a fé cristã a um meio para realizarmos nossos desejos egoístas e conquistarmos nossos sonhos. Pregamos e vivemos o evangelho do “vai acontecer”. Isso é uma lástima. O evangelho, enquanto revelação de Deus, deve rasgar nosso coração, desfazer nossas ambições terrenas e ancorar nossa esperança no céu. Essa verdade deve esmagar nosso ego de tal modo que nada mais venha importar em nossa vida, a não ser agradar aquele que nos elegeu e nos chamou para o Seu Reino. José entendeu que a chegada de Jesus em sua vida sepultava o passado com todas as suas realizações e que agora, um novo e brilhante caminho estava diante dos seus olhos.

Quem deseja viver o evangelho deve entender que todo aquele que deseja salvar a sua vida, deve perdê-la. Ao deixar morrer a vida terrena, passamos a andar com fé nas promessas de Deus que nos garantem um novo céu e nova terra onde habita justiça. Essa é a nossa esperança e para obtê-la, deixamos o passado “no passado” e seguimos com fé no filho de Deus até que Ele venha nos buscar.