Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Nossas limitações e a providência divina  |  Pr. Olavo Feijó

Juízes 7:2 - E disse o SENHOR a Gideão: Muito é o povo que está contigo, para eu dar aos midianitas em sua mão; a fim de que Israel não se glorie contra mim, dizendo: A minha mão me livrou.

Gideão foi um dos mais valentes juízes que governaram os israelitas. Por causa de sua lealdade ao Senhor Jeová, o filho de Joás derrubou os altares de Baal e Aserá. Em seguida, Gideão reconstruiu os lugares sagrados do seu povo e fortaleceu o monoteísmo, sistema que garantiu a qualidade espiritual dos ancestrais de Jesus, o Messias.

Por que o Senhor deu uma orientação inusitada ao jovem Gideão, consentindo que um grupinho de apenas 300 israelitas enfrentasse a multidão de guerreiros bem armados dos inimigos? O próprio Senhor nos explica: “Você tem gente demais e, por isso, não posso deixar que vocês derrotem os midianitas. Se Eu deixasse, vocês poderiam pensar que venceram sem a Minha ajuda!” (Juízes 7:2).

O ensino divino para nós é o mesmo que a lição dada a Gideão e os seus 300. A mensagem do Senhor para os nossos dias encontra-se no livro de Zacarias: “Não será por meio de um poderoso exército, nem pela sua própria força que você fará o que tem que fazer – mas pelo poder do Meu Espírito. Sou Eu, o Senhor Todo-Poderoso quem está falando” (Zacarias 4:6).