Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Vende tudo o que tens  |  Pr. Olavo Feijó

Marcos 10:21 - E Jesus, olhando para ele, o amou e lhe disse: Falta-te uma coisa: vai, vende tudo quanto tens, e dá-o aos pobres, e terás um tesouro no céu; e vem, toma a cruz, e segue-me.

Se fosse nos dias de hoje, a resposta de Jesus a um jovem muito rico provavelmente causaria o mesmo efeito, que causou no passado. “Um jovem aproximou-se de Jesus, ajoelhou-se e lhe perguntou: Bom Mestre, que devo fazer para herdar a vida eterna? Jesus respondeu: cumpra os mandamentos... Aí o rapaz assegurou a Jesus: É exatamente isto o que eu tenho praticado, desde sempre. Contemplando o interlocutor, Jesus foi logo no ponto sensível: Então, a solução é simples. Vende tudo aquilo que você tem e distribua aos pobres. Tendo se desembaraçado do seu apego às riquezas deste mundo, sua decisão final de ser Meu discípulo fluirá com naturalidade!” (Marcos 10:21).

Vender tudo o que temos significa avaliar o senhorio do Senhor Jesus como a coisa mais importante em nossa existência. Se não fosse pelo “tudo”, seguir a Cristo não teria problema. Não usando o estilo bíblico, a solução indicada pelo Senhor, se expressaria assim: “Meu jovem, não dá para assobiar e chupar cana... tudo ao mesmo tempo!”.

Qual é o significado de “vender tudo que temos”? Ainda hoje, o compromisso de ser discípulo tem sido encarado não pela sua mensagem soberana, mas como uma espécie de “maneira de dizer”. Melhor é imitar Paulo. Comparou as coisas, mediu tudo direitinho, pesquisou nas Escrituras e, aí, não deu outra: concluiu que abraçar a Cristo suplanta tudo aquilo que, até então, parecia de valor. Vale a pena desfazer-se do mundo – os lucros do Reino de Deus sempre serão maiores.