Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
O caminho dos justos  |  Pr. Olavo Feijó

Provérbios 4:18 - Mas a vereda dos justos é como a luz da aurora, que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito.

A vida religiosa repetitiva cria dentro de nós uma mesmice, que se confunde com desorientação. No livro das suas profecias, Isaías nos revela a mensagem bíblica sobre o caminho do esclarecimento espiritual, dádiva do Senhor para os Seus seguidores. “O povo que andava na escuridão viu uma grande luz: a luz brilhou sobre os que viviam nas trevas” (Isaías 9:2).

O conceito bíblico de justiça nada tem a ver com prática jurídica. Na Bíblia, justiça é a expressão prática do amor de Deus. Referindo-se à Sua convivência com os “pecadores” (criticada pelos líderes religiosos), Jesus declarou: “Os saudáveis não precisam de médico, mas sim os enfermos. Eu não vim chamar os justos, mas os pecadores!” (Mateus 9:12-13).

O “caminho dos justos” nada mais é do que o caminho dos pecadores que, pela fé, se submeteram ao poder Salvador de Jesus, o Cristo. “Jeová conhece o caminho dos justos” (Salmo 1:6). O termo ‘justo’, na Bíblia, principalmente no Novo Testamento, deve ser usado como equivalente a “justificado”. Por isso, faz todo o sentido a garantia que Jesus deu ao criminoso crucificado ao Seu lado. Mediante seu testemunho de fé, o Senhor lhe garantiu: “Hoje mesmo estarás comigo no paraíso” (Lucas 23:43).