Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Castigado por Deus por amor a nós  |  Pr. Sérgio Fernandes (insta @manadamanha)

Isaías 53:5 - Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.

O pecado sempre se mostra belo para o coração vaidoso do homem. Mas ele leva a morte. Não importa o quão maduros sejamos, esse mal sabe se disfarçar para nos atrair ao seu engano (Tg 1.14). Ignorar a malignidade do pecado é um erro que nos levará a não contemplar a graça divina em toda a sua formosura. No retrato messiânico de Isaías 53, somos levados a refletir as duras consequências do pecado na forma como o Pai tratou o Filho quando nossas transgressões foram colocadas sobre ele (vv.5). Segundo a Escritura, Cristo foi ferido, esmagado e castigado por Deus. Tudo isso por amor a nós.

O pecado é algo tão maligno que foi necessário que o Pai ferisse, esmagasse e castigasse o Seu Filho inocente para que pecadores culpados como nós fôssemos resgatados de nossa letargia espiritual. O castigado destinado a nós estava sobre Ele. Do ponto de vista negativo, tal fato nos recorda que Deus trata o pecado com muita seriedade, por isso, os que foram salvos do pecado devem correr dele, vivendo ao pé da cruz. Do ponto de vista positivo, se Cristo levou sobre si o nosso pecado, já não estamos mais debaixo de condenação (Rm 8.1), podendo caminhar em novidade de vida.

Não brinque com o pecado, uma vez que o pecado não brincará com você, pelo contrário, ele sempre nos rouba algo. Mas mergulhe com todas as suas forças no amor que suportou o castigo de Deus para salvar você!