Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Ferido de Deus e oprimido  |  Pr. Sérgio Fernandes (insta @manadamanha)

Isaías 53:4 - ¶ Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido.

No imaginário de alguns cristãos, o sofrimento de alguém sempre é resultado do juízo de Deus sobre a pessoa. Diante de alguma adversidade ou revés, surge o questionamento: “o que será que ele fez para passar por isso” (Jo 9.2). Na fotografia messiânica de Isaías 53, no verso 4, a profecia afirma que o Messias seria considerado como alguém aflito, castigado por Deus e oprimido. Tamanho seria o sofrimento de Cristo que, quem o visse, consideraria que o mesmo estava debaixo do juízo divino.

Em Jesus, vemos claramente que nem todo revés é resultado de juízo divino. Na vida do Messias, o sofrer foi advindo da obediência plena ao Pai Celestial. Embora julgassem que o Salvador era ferido de Deus, na verdade Ele suportava o castigo por todos nós. O seu sofrer foi para que pudéssemos viver! Enquanto Ele gemia, nós éramos curados! Pelo triunfo de Cristo na cruz, ainda hoje, cristãos de todas as tradições levantam suas vozes em oração e veem enfermidades e dores sendo transformados. Na graça divina, do sofrimento emana cura e transformação.

É fato que as vezes o sofrimento é resultado da correção de Deus (Hb 12.11). Mas também é fato que a obediência pode ser causa de aflições ao discípulo (Jo 16.33). Em qualquer situação, contudo, estamos ladeados com alguém que fez do seu sofrimento salvação. Ele te ajudará na hora mais escura! Confia nEle, Ele não te abandonará!