Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Dedicarei a Ti o filho que deste  |  Pr. Olavo Feijó

1 Samuel 1:11 - E fez um voto, dizendo: SENHOR dos Exércitos! Se benignamente atentares para a aflição da tua serva, e de mim te lembrares, e da tua serva não te esqueceres, mas à tua serva deres um filho homem, ao SENHOR o darei todos os dias da sua vida, e sobre a sua cabeça não passará navalha.

Na cultura antiga do povo de Israel, não gerar filhos significava a maior humilhação para uma mulher casada. Por isso, entendemos adequadamente a profunda oração de Ana: “Ela fez esta promessa solene: Ó Senhor Todo-Poderoso, olha para mim, Tua serva. Vê a minha aflição e lembra de mim! Se Tu me deres um filho, prometo que o dedicarei a Ti por toda a vida e que nunca ele cortará o cabelo (I Samuel 1:11).

Filhos são a maior responsabilidade e o maior desafio que Deus concedeu à raça humana. Porque, ainda que os chamemos de “nossos filhos”, eles sempre foram e serão um patrimônio a humanidade. Há muita verdade no ditado popular que afirma “Tal pai, tal filho”. Muito mais importante do que nossos ensinos, pitos e sermões, é a nossa conduta, no dia-a-dia da família. É mais fácil esquecer um conselho, do que um comportamento no meio da vida diária.

Voltemos à Ana. O Senhor atendeu à oração dela: nasceu-lhe um filho e ela o chamou de Samuel. Ele faz parte da galeria dos maiores profetas de Israel. O Senhor usou Samuel coo um dos maiores profetas líderes, na história divina da salvação humana. A história continua a se repetir. Mães continuam orando por seus filhos e entregando-os ao Senhor. E Jeová continua a abençoar e usar os filhos, frutos da fé e das orações de suas mães.