Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Persistência nas orações  |  Pr. Olavo Feijó

Mateus 7:8 - Porque, aquele que pede, recebe; e, o que busca, encontra; e, ao que bate, abrir-se-lhe-á.

Reduzir nossas orações ao Senhor a uma simples lista de pedidos é empobrecer a qualidade espiritual de nossa comunhão com Ele. Jesus nos ensinou o modo de orar, quando nos propôs a “oração dominical” – ela é completa e sucinta, como deve ser uma conversa entre pessoas íntimas.

No ensino de Jesus, orar é abrir o coração para que o Senhor entre em nós, como uma pessoas amada e significativa. Sim, como um Senhor, mas sempre como um Senhor amado, que sempre está pronto para nos aperfeiçoar e santificar.

É neste contexto que Jesus nos explica a realidade da oração: “Porque todo aquele que pede, recebe; aquele que busca, encontra; e a quem bate lhe será aberto” (Mateus 7:8). Vida cristã é a prática diária da “oração dominical”, a conversa santa que o Senhor sempre quer praticar conosco.