Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Oração pelas autoridades  |  Pr. Olavo Feijó

1 Timóteo 2:2 - Pelos reis, e por todos os que estão em eminência, para que tenhamos uma vida quieta e sossegada, em toda a piedade e honestidade;

O mito da “anarquia” estabelece a possibilidade de uma vida comunitária tão perfeita que torna desnecessária a existência de funções de direção e posturas de obediência. Há até aqueles que vêm na experiência da “igreja cristã de Jerusalém” a base doutrinária para a desnecessidade de governo eleito.

Ao focalizar o tema, Paulo não ensina a “anarquia cristã, mas propõe que entre os cristãos o tema seja motivo importante de oração: “Orem pelos reis e por todos os outros que têm autoridade, para que possamos viver uma vida calma e pacífica, com dedicação a Deus e respeito aos outros” (I Timóteo 2:2).

Paulo não discute a necessidade, ou não , da hierarquia social. O apóstolo parte do princípio de que a Bíblia, ao focalizar o sistema da administração pública, reconhece a grande necessidade espiritual dos mandatários. E, em assim fazendo, a Bíblia aponta para “os que têm autoridade” como cidadãos essencialmente necessitados da ajuda divina e da cooperação daqueles que se dizem fiéis ao Senhor. Orar pelas autoridades é participação responsável, na prática da coexistência entre administradores e administrados.