Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Entre o desprezo e o exemplo  |  Pr. Olavo Feijó

1 Timóteo 4:12 - Ninguém despreze a tua mocidade; mas sê o exemplo dos fiéis, na palavra, no trato, no amor, no espírito, na fé, na pureza.

A psicologia da aprendizagem tem nos revelado que aprendemos mais pelo exemplo do professor, do que pelo seu discurso. Neste contexto, escrevendo ao seu discípulo Timóteo, Paulo declara: “Ninguém despreze a tua mocidade, mas torna-te o exemplo dos fieis, na palavra, no procedimento, no amor, na fé e na pureza” (I Timóteo 4:12).

Logo no início do Seu ministério, Jesus alertou Seus prováveis discípulos, quanto à coerência de vida que um cristão deve expressar: “Por que me chamais “Senhor, Senhor” e não fazeis o que Eu vos mando?” (Lucas 6:46).

Em palavras mais contemporâneas, o Mestre está nos dizendo qua nossa fé, se não for acompanhada por uma conduta de boa qualidade espiritual, terá um impacto negativo sobre as pessoas que convivem conosco: “De que serve, meus irmãos, se alguém disser que tem fé, se não tiver obras? Acaso pode esse tipo de fé salvá-lo” (Tiago 2:14). Fé, sem obras, produz desprezo no coração das pessoas que nos observam. Por outro lado, quando expressamos uma atitude sensível e ajudadora, as pessoas que nos observam sempre nos perguntam de quem aprendemos nossa postura de ajuda. É neste ponto que o desprezo passa a ser substituído pelo exemplo.