Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Nossa língua deve “ter palavra”  |  Pr. Olavo Feijó

Tiago 3:10 - De uma mesma boca procede bênção e maldição. Meus irmãos, não convém que isto se faça assim.

A palavra foi criada pelo Senhor, como uma das dimensões da “imagem e semelhança” que Ele comunicou às criaturas humanas. Refrear a língua, usando-a para abençoar o relacionamento com o próximo, é muito difícil. Por isso, Tiago nos ensina, mandando: “De uma mesma boca procede bênção e maldição. Meus irmãos, não convém que isso se faça assim” (Tiago 3:10).

Jesus disse: “O que sai da boca vem do coração. É isso que contribui para a limpeza da pessoa” (Mateus 15:18). O único jeito, então, de garantir que nossas palavras sejam edificantes é tomar conta da pureza do nosso coração.

Devemos seguir a atitude de Maria, mãe de Jesus. As coisas e fatos que lhe estavam acontecendo não se encaixavam em sua compreensão lógica. Sua saída foi “Mas Maria guardava todas essas coisas e meditava nelas no íntimo do seu coração” (Lucas 2:19). O único jeito de nossa língua “ter palavra” e ser usada por Deus e entregar ao Senhor o nosso coração.