Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
A nova Terra  |  Pr. Olavo Feijó

Apocalipse 21:1 - ¶ E vi um novo céu, e uma nova terra. Porque já o primeiro céu e a primeira terra passaram, e o mar já não existe.

A narrativa bíblica da estrutura dinâmica do universo sempre enfatiza desenvolvimento e aperfeiçoamento. A obra divina não tem sido algo estático e meramente repetitivo. Ao escrever seu Livro do Apocalipse, João nos conta de um novo Céu e de uma nova Terra, onde “não haverá mais lágrima, nem morte, nem choro, nem clamor, nem dor, porque as coisas negativas foram eliminadas” (Apocalipse 21:1,4).

O Apocalipse revela, de uma forma poética e figurada, que o objetivo do Deus Criador sempre foi dotar a Terra com a perfeição da Sua eternidade.

Por isso, o Senhor Jesus Cristo, que veio à Terra para revelar os Céus, pregou o abandono, pelos discípulos, das dimensões do aqui e agora desta “velha” Terra. Citando Jesus, João explicitou a natureza da eternidade. “A vida eterna é esta: que Te conheçam como o único Deus verdadeiro e a Jesus Cristo, a Quem enviaste” (João 17:3). A escolha é nossa, se queremos permanecer no pecado da velha Terra, ou na santidade do Cristo, que nos veio buscar para o “novo Céu e a nova Terra” (verso 21, de Apocalipse 21).