Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
A alegria da manhã  |  Pr. Olavo Feijó

Salmos 30:5 - Porque a sua ira dura só um momento; no seu favor está a vida. O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã.

A Bíblia, como um todo, nem é pessimista, nem otimista. O que ela faz é nos descrever, com tintas realistas, o mal estar causado pela maldade, além do bem estar que a bondade e a pureza trazem à tona. O livro dos Salmos contém os arroubos dos sorrisos de extrema alegria, ao lado dos gemidos revoltados da extrema tristeza. A Bíblia, consequentemente, nem dá razão à frivolidade daquele que só percebe as festas, como também não subscreve a postura fúnebre dos que só detectam a cor única da tristeza e da injustiça.

O calor das lágrimas revoltadas nos queimam os olhos. O odor fétido da injustiça impregna todo e qualquer resquício de bom perfume. Nas descrições reveladas nas páginas da Bíblia, nós nos damos conta de que a revolta que nos produz lágrimas começou no “princípio” do Gênesis. As mesmas Escrituras, todavia, nos revelam “uma nova Terra” (Apocalipse 21), quando o júbilo do amor divino limpará dos nossos olhos “toda lágrima” e a manhã da alegria será confirmada por toda eternidade.

Somos chamados para a realidade do Cristo, que transcende a pequenez do pouco que sabemos, atualmente, do Senhor. Vivemos pela fé. E a fé é “prova das coisas não vistas e a substância das coisas esperadas” (Hebreus 11:1). Em meio às lágrimas de nossas noites, preparemo-nos para as lágrimas de daqui a pouco, trazendo no coração e nos braços a colheita farta propiciada pelo Senhor (Salmo 126:6).