Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Nossa incredulidade nos preocupa?  |  Pr. Olavo Feijó

Marcos 6:6 - E estava admirado da incredulidade deles. E percorreu as aldeias vizinhas, ensinando.

A caminho de Nazaré, cidade onde morava, Jesus realizou várias curas. Ao chegar em Sua casa, foi recebido com críticas, por aqueles conterrâneos, que O conheciam de há muito. Isto incomodou o Mestre. “Ele não pôde fazer milagres em Nazaré , a não ser curar alguns doentes, pondo as mãos sobre eles. E ficou admirado com a falta de fé que havia ali” (Marcos 6:5-6).

Nossa incredulidade preocupa Jesus. Ele nos criou com a capacidade de termos experiência espiritual com Seu poder. Quando fechamos nosso coração, Ele não entra. “Se alguém ouvir a Minha voz e abrir a porta, Eu entrarei em sua casa e nós jantaremos juntos” (Apocalipse 3:20). Evidentemente, o Senhor não está falando da Sua falta de poder – o Senhor está insistindo em que tenhamos fé nas Suas promessas.

Nossa incredulidade nos preocupa? O convite de Jesus nos anima? O Senhor continua a nos convidar: “Vinde a Mim, todos os que estais cansados e oprimido – e Eu vos aliviarei” (Mateus 11:28). Nosso desafio é o de aceitar este convite de Jesus, quando diz “vinde a Mim”. Ainda que nossa fé ainda seja pequena, o amor de Jesus é incalculável. Vale a pena abrir o nosso coração para receber este tão grande amor.