Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
A vida eterna com Cristo  |  Pr. Olavo Feijó

João 3:16 - Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.

Não há base bíblica para afirmar que o Senhor errou, quando criou o céu e a Terra. Pelo contrário, contemplando a Sua criação, “Deus viu que o que havia feito era bom” (Gênesis 1:25). Consequentemente, não faz nenhum sentido dizer que dar ao ser humano a capacidade de escolher foi uma prova de que o Senhor não é onipotente.

O diálogo de Jesus com Nicodemos ilustra claramente o propósito divino, na obra da criação. “Deus amou o mundo tanto, que deu o Seu único Filho, para que todo aquele que Nele crer não morra, mas tenha a vida eterna” (João 3:16). Logo, a existência material do mundo deve ser encarada como uma introdução à vida eterna.

O único jeito de não perecer é nos submetermos ao senhorio do Cristo sobre nós. Ao orar em nosso favor, Jesus declarou: “A vida eterna é esta: que eles conheçam a Ti que és o único Deus verdadeiro e conheçam também Jesus Cristo, que enviaste ao mundo” (João 17:3). Quem quer que aceite a revelação dada por Jesus fica capacitado a viver a eternidade em comunhão com Ele.