Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Vencer o mal com o bem  |  Pr. Olavo Feijó

Romanos 12:21 - Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem.

Desde as religiões orientais, tem persistido a convicção de que, no muno, coexistem dois poderes quase iguais: o mal e o bem. De acordo com as tradições religiosas nós, os humanos, fazemos parte desta batalha espiritual: quando praticamos o bem, reforçamos o seu lado. Quando praticamos o mal, consequentemente, reforçamos seu poder. A teologia bíblica não leva a sério esta postura. O poder do bem, de acordo com a Bíblia, é superior às forças do mal. E, após o “juízo final”, revelado no livro do Apocalipse, o mal será completamente subjugado pelo bem.

Na narrativa bíblica, o “bem” é a expressão perceptiva de Deus Jeová, o supremo Criador e Senhor do universo. Por isso, no primeiro verso, do primeiro livro da Bíblia, declara: “NO PRINCÍPIO, Deus” (Gênesis 1:1). Na revelação que o Senhor nos propõe, de acordo com as Escrituras Sagradas, o Senhor Jeová é o poder supremo no princípio, continua onipotente e, na realidade dos “novos céus e da nova terra” continuará o Senhor Supremo (Apocalipse 21).

Somos soldados do único exército vencedor do universo. Nosso poder nos é dado pelo onipotente Espírito do Cristo. E, desde o momento em que aceitamos o Senhorio de Cristo em nós, desde este momento passamos a ser revestidos pela autoridade suprema que reside no Senhor Jesus Cristo. É assim que, pela realidade do poder de Deus em nós, podemos “vencer o mal pelo bem” (Romanos 12:21).