Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Saber chorar traz felicidade  |  Pr. Olavo Feijó

Mateus 5:4 - Bem-aventurados os que choram, porque eles serão consolados;

Na Sua pregação conhecida como o Sermão do Monte, Jesus redefiniu alguns dos conceitos religiosos mais populares: dentre eles, a felicidade. Por exemplo: “Felizes aqueles que choram, pois eles serão consolados” (Mateus 5:4).

Chorar é uma poderosa expressão, não só de sentimentos como, também, de convicções amadurecidas. Certas injustiças nos levam ao choro intenso. Já a raiva provoca lágrimas com os dentes trincados. Choramos quando nossa dor é profunda. E, até, choramos de alegria... Como o Senhor respeita o nosso chorar, Seu Espírito está sempre disponível, dando-nos o consolo na medida certa de que precisamos.

Há pessoas que decidem não chorar. Algumas, porque são orgulhosas: para elas, chorar é sinal de fraqueza. Existem aqueles, para quem chorar não passa de uma conduta demagógica, excelente para conseguir facilmente compaixão e a ajuda fácil. Mas é a definição dada por Jesus que dignifica o choro. No contexto das “bem-aventuranças” chorar é coisa séria, fruto de amadurecimento espiritual. Por isso, os Evangelhos registram somente duas ocasiões em que “Jesus chorou”: ao ver Marta e Maria desconsoladas pela morte de Lázaro; ao contemplar Jerusalém e comover-se pela incredulidade dos seus habitantes. É neste chorar, típico da intensidade daquele que cultiva empatia, que recebe o consolo e o fortalecimento dado pelo Senhor.