Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Crer em Cristo e amar os irmãos  |  Pr. Olavo Feijó

1 João 3:23 - ¶ E o seu mandamento é este: que creiamos no nome de seu Filho Jesus Cristo, e nos amemos uns aos outros, segundo o seu mandamento.

Lá pelo final da sua Primeira Carta o apóstolo João escreveu-nos uma descrição do que significa na prática diária ser discípulo do Senhor: “Este é o Seu mandamento: que creiamos no nome do Seu Filho Jesus Cristo e que nos amemos uns aos outros, como Ele nos ordenou” (I João 3:23).

Ser discípulo de Cristo não é apenas aceitar doutrinas religiosas. É muito mais do que isso. Seu mandamento, de acordo com João, não deixa margem para variações sobre o tema. Por isso, de acordo com a Bíblia, há duas realidades essenciais que um discípulo tem que carregar dentro de si. De início, que fique bem claro: só pode ser discípulo aquele que aceita o senhorio do Cristo, de acordo com aquela fé transformadora com que o Espírito Santo nos dotou. Por isso, somente a compreensão humana não deve ser decidida como rito final.

A segunda evidência de um discípulo de Cristo é a marca registrada, característica do seu comportamento dentro da comunidade cristã. Ser cristão é uma experiência de amor a Cristo que, de tão poderosa, extrapola nossa vivência individual e contamina as nossas relações humanas, dentro da comunidade dos irmãos e irmãs. Igrejas nas quais os membros não sabem amar com mutualidade, são apenas clubes sociais, para passar o tempo. Crer em Cristo significa amar os cristãos, com quem compartilhamos a jornada até a estatura completa de Jesus, o Cristo.