Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Fazer o bem se aprende  |  Pr. Olavo Feijó

Isaías 1:17 - Aprendei a fazer bem; procurai o que é justo; ajudai o oprimido; fazei justiça ao órfão; tratai da causa das viúvas.

O começo do livro de Isaías é um libelo contra os cidadãos de Judá, principalmente os de Jerusalém, sua capital. A relação dos malfeitos dos judeus ocupa inteiramente o capítulo primeiro da grande profecia. O objetivo do Senhor, entretanto, não foi apenas o de descrever os costumes apodrecidos da nação. A intenção da mensagem foi, acima de tudo, a de ajudar na recuperação espiritual do povo. “Aprendam a fazer o bem! Busquem a justiça e acabem com a opressão ...” (Isaías 1:17).

A sabedoria do Senhor é infinita. Porque Ele nos criou do jeito que nós somos. Ele sabe que ninguém nasce já sabendo “fazer o bem”. Pelo contrário, somos parecidos com Jacó que, desde o seu nascimento, veio puxando o calcanhar de Esaú, seu irmão gêmeo, a quem continuou tapeando, pelo resto da vida. Por isso, dizem os cínicos: mesmo quando fazemos o bem, no fundo nosso objetivo real é sempre o de tirar algum proveito da aparente bondade que cometemos.

Como discípulos de Jesus, nossa vocação é, exatamente, a de fazer o bem, neste mundo de maldade. E o único jeito de cumprir tal ministério é o de permitir o senhorio de Jesus, no controle da nossa vontade, dos nossos sentimentos, da nossa inteligência. Este é o significado do “aprender a fazer o bem”: não à maneira torta do nosso egocentrismo sem Cristo. Cristianismo bíblico continua sendo “viver em Cristo”.