Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Vivendo justiça, num mundo injusto  |  Pr. Olavo Feijó

2 Pedro 3:13 - Mas nós, segundo a sua promessa, aguardamos novos céus e nova terra, em que habita a justiça.

Vivemos em um mundo em que a injustiça predomina. Os mais poderosos e temidos são aqueles que roubam dos pobres e fazem mal aos humildes. Foi para nós que Pedro escreveu: “Todavia, de acordo com a Sua promessa, esperamos novos céus e nova Terra, onde habita a justiça” (II Pedro 3:13).

Ninguém enterra sementes se não acredita em germinação e colheita. Entretanto, até a chegada dos frutos, o trabalho do campo exige persistência, por causa das pragas, das secas, do frio intenso, dos inimigos e ladrões. A história da agricultura, porém, revela que o fruto final de trabalhar a terra mais do que compensa a dureza dos esforços. A justiça da lavoura fortalece o lavrador, no meio das “injustiças” do clima e dos muitos tropeços.

Trabalhar a terra é um ato de fé. E, como todo ato de fé, a certeza do resultado futuro fortalece os esforços do presente. Parece que esta é a mensagem de Pedro: até que venha “o dia do Senhor”, os discípulos enfrentarão todo tipo de injustiça. A despeito de toda a impiedade que nos cerca, nossa tarefa é viver “de maneira santa e piedosa” (verso 11), certos de que a justiça poderosa do Senhor prevalecerá. Este é o nosso desafio: viver a justiça de Deus, em um mundo de injustiças.