Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Servos da justiça  |  Pr. Olavo Feijó

Romanos 6:18 - E, libertados do pecado, fostes feitos servos da justiça.

A premissa de Paulo é simples: aquele que pratica o pecado torna-se escravo do pecado; e aquele que aceita a soberania de Cristo em sua vida, decide viver como servo da justiça divina. “Libertados do pecado, fostes feitos servos da justiça” (Romanos 6:18).

A carta aos Romanos discute algumas das mais profundas revelações do Espírito, para os discípulos de Cristo. Uma delas é a que define o conceito bíblico de liberdade” (Gálatas 5:13). Liberdade significa escolha. E escolha implica uma atitude de coerência: não existe isso de ser e, ao mesmo tempo, deixar de ser. A isso, Paulo chama de dependência, de servidão. Neste contexto, o apóstolo está se referindo ao ensino de Jesus: “aquele que comete pecado é escravo do pecado” (João 8:34).

Como viver a liberdade/dependência que Jesus Cristo nos oferece? Rejeitando os ensinos e atitudes ensinados pelas religiões do mundo. E, ao mesmo tempo, nos submetendo aos ensinos e atitudes ensinados pelo Cristo. Queiramos ou não, viver é ser limitado – somos limitados porque rejeitamos uma filosofia de vida (que Paulo chama de “pecado”) e somos limitados quando nos impomos a maneira viver ensinada por Jesus, o Cristo. Paulo experimentou as duas opções e descobriu que a saída é ser escravo de Cristo (I Coríntios 15:57): “Mas graças a Deus que nos dá a vitória, por nosso Senhor Jesus Cristo”.