Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
A comunidade do amor mútuo  |  Pr. Olavo Feijó

1 João 3:11 - ¶ Porque esta é a mensagem que ouvistes desde o princípio: que nos amemos uns aos outros.

Existe uma teologia egocêntrica, que prega um cristianismo de salvação individual, sem nenhum compromisso com a comunidade dos discípulos de Jesus. O apóstolo João, que recebeu com toda a profundidade a revelação de que “Deus é amor” (I João 4:8), pregou explicitamente: “A mensagem que vocês ouviram desde o princípio é esta: que nos amemos uns aos outros” (I João 3:11).

O amor mútuo é tão revolucionário, que o Senhor Jesus o apresentou como um “novo mandamento” (João 13:34): “Eu lhes dou este novo mandamento: amem uns aos outros. Assim como Eu os amei, amem também uns aos outros”. E o amor mútuo soou tão diferente que Jesus nos declarou que ele seria a marca de identificação dos Seus discípulos: “Se tiverem amor uns pelos outros, todos saberão que vocês são Meus discípulos” (João 13:35).

O “novo mandamento” continua sendo um desafio para nós cristãos. As epístolas apostólicas estão repletas de exemplos de “inveja mútua” e de “ódio mútuo”, na comunidade cristã desde o primeiro século. Amar os irmãos é quase tão difícil quanto amar a Jesus: Jesus, por ser diferente; os irmãos na fé, por serem semelhantes. Nossas igrejas têm mais Ananias e Safiras, do que Barnabés. O amor de Jesus por nós continua sendo nosso desafio: sem ele, porém, o testemunho da comunidade do amor cristão deixará de existir.