Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Com Cristo, sem condenação  |  Pr. Olavo Feijó

Romanos 8:1 - ¶ Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito.

O homem condenado vive sempre na expectativa daquele dia em que sua pena será executada. Sua condenação total rouba suas esperanças, seus planos, seu significado. E é neste contexto sem paz, sem beleza, que Paulo nos escreveu sobre o poder vitorioso de Cristo sobre a condenação. “Agora, já não existe nenhuma condenação pra as pessoas que estão unidas com Cristo Jesus” (Romanos 8:1).

A justiça humana somente é respeitada quando é cumprida. Por isso, as decisões da justiça produzem medo e depressão. Medo, porque toda a estrutura dos valores sociais gira em redor do poder que as autoridades comunitárias recebem para garantir que o condenado seja exemplarmente punido. Depressão, porque a condenação final elimina todas as possibilidades de autorrealização.

É então que surge a instituição do perdão. Somente, pode perdoar um condenado o indivíduo que tenha recebido autoridade suprema. No caso espiritual, Paulo diz que a autoridade maior, que tem poder para nos perdoar de toda a nossa culpa, é o Senhor Jesus Cristo: “não existe nenhuma condenação para as pessoas que estão unidas com Cristo Jesus. “Porque Cristo pagou por toas as nossas condenações, viver em comunhão com Ele significa viver sem medo, sem depressão. Cristo não nos obriga a aceitar Seu perdão. Quando O aceitamos, pela fé, recebemos a garantia e a qualidade de vida que o poder do Seu amor nos dá.