Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
A corrupção (pecado) como endemia  |  Pr. Olavo Feijó

Romanos 3:23 - Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus;

A Bíblia afirma que cada pessoa, por causa de sua condição de decadência espiritual, precisa do poder restaurador, que é somente oferecido pelo Cristo. Declarou Paulo: “Todos pecaram e estão afastados da presença gloriosa de Deus. Mas, pela Sua graça e sem exigir nada, Deus aceita todos, por meio de Cristo Jesus que os salva” (Romanos 3:23-24).

O texto bíblico faz duas afirmações absolutas. A primeira afirmação nos diz que o pecado de negar a Deus é endêmico: “todos pecaram”. A segunda declaração é consequência da primeira: o ser humano, se depender apenas de sua natureza, não consegue viver em comunhão com o Senhor.

A grande revelação bíblica, todavia, não tem a ver com nosso pecado, mas com a graça redentora de Jesus Cristo. O Senhor quer manter comunhão conosco. Por isso, todo aquele que aceite o senhorio do Filho Unigênito recebe, por causa de sua fé, a capacidade de se tornar “filho adotivo de Deus”. Porque “Deus é amor”, Ele recebe a singeleza de nossa fé no Cristo Salvador e garante nossa vida eterna com Ele. O pecado é endêmico da natureza humana. A graça salvadora do Cristo é o único poder que suplanta a corrupção do pecado.