Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Vida cristã ativa  |  Pr. Olavo Feijó

Mateus 7:8 - Porque, aquele que pede, recebe; e, o que busca, encontra; e, ao que bate, abrir-se-lhe-á.

A vida espiritual diária, que Jesus nos ensinou, não tem nada de monástica. Foram inúmeras as vezes que o Senhor se retirou, para a meditação e a oração. Seus três anos de ministério terreno, entretanto, foram repletos de ação, de movimento prático. E, neste contexto, é bom ler uma de Suas recomendações, declaradas no Sermão do Monte: “Porque, aquele que pede, recebe; aquele que busca, encontra; e, ao que bate, se abre” (Mateus 7:8).

Os três verbos usados por Jesus – pedir, buscar, bater – implicam numa postura consciente, orientada, de comportamento. Ninguém pede, quando não acredita na possibilidade de receber. Ninguém busca, caso não acredite na possibilidade de encontrar. Por fim, ninguém bate, caso duvide da possibilidade de alguém abrir a porta. A resposta, nos três verbos, garante a presença de Alguém, com o poder de responder à nossa iniciativa: “vosso Pai, que está nos céus” (verso 11).

Nossa vida cristã deve ser ativa. A energia que nos sustenta, porém, está Naquele a Quem pedimos, Naquele que buscamos, Naquele que imploramos para abrir. Sobre a dinâmica de nossa vida espiritual, Jesus escreveu à igreja de Laodicéia: “Eis que estou à porta e bato. Se alguém ouvir a Minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa, com ele cearei e ele Comigo” (Apocalipse 3:20). Vida cristã ativa, sem Cristo no coração, é um mero ativismo sem essência.