Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Nudez do corpo... nudez da alma  |  Pr. Olavo Feijó

Gênesis 3:7 - Então foram abertos os olhos de ambos, e conheceram que estavam nus; e coseram folhas de figueira, e fizeram para si aventais.

Após desobedecer as orientações dadas pelo Criador, os olhos do primeiro casal passaram a atribuir maldade a coisas que, antes, aceitavam com pureza. “Nesse momento, os olhos dos dois se abriram e eles perceberam que estavam nus. Então, costuraram umas folhas de figueira para usar como tangas” (Gênesis 3:7).

A pergunta de Adão e Eva não fez sentido. Ao invés de denunciar a própria nudez física, o casal deveria ter-se perguntado: ‘porque, antes da nossa desobediência, não vimos nada de errado em estar sem roupa?’ Em outras palavras, o corpo de ambos não mudou em nada. O que mudou foi a perspectiva espiritual: aquilo que antes era visto como modo soberano e correto da ação divina, passou a ser criticado como sendo um erro do Criador.

Por que pecamos? Não é porque criticamos as maneiras do Senhor e as substituímos pelas nossas próprias estratégias? Quando Deus mandou Moisés falar à rocha, para conseguir água, o patriarca achou muito simples e decidiu “dar uma ajuda ao Senhor” ferindo o monte. Deus não tem mente fechada. Nós é que não perdoamos as instruções “esquisitas” que Ele nos dá. Nossa nudez é, na realidade, uma percepção não bíblica de nossa alma. Nunca haverá folha de figueira capaz de corrigir nossas errôneas percepções espirituais.