Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Palavras de Cristo: vida eterna  |  Pr. Olavo Feijó

João 6:68 - Respondeu-lhe, pois, Simão Pedro: Senhor, para quem iremos nós? Tu tens as palavras da vida eterna.

Jesus começou a dizer, abertamente, que o Pai é a origem de Suas palavras. Com toda autoridade, Jesus declarou que aceitar e viver o Seu ensino significa garantia de vida eterna – o tipo de vida que somente o poder do Senhor garante.

A franqueza de Jesus escandalizou todos aqueles religiosos que haviam decidido que o Messias viria como uma autoridade militar, em condições de libertar a nação judaica do poderio do Império Romano. Por isso, o povo que odiava os romanos ficou desapontado e começou a abandonar Jesus e Suas palavras. A sós com Seus apóstolos, o Mestre perguntou: “Vocês também não querem ir? Simão Pedro Lhe respondeu: Senhor, para quem iremos? Tu tens as palavras de vida eterna. Nós cremos e sabemos que Tu és o Santo de Deus” (João 6:67-69).

A natureza divina e eterna do ensino de Jesus não significa nada, se nos limitamos a ouvi-la e, até, a admirá-la, por causa da Sua profundidade. As Palavras de Cristo devem ser incorporadas ao coração, na profundidade de nossa alma. Quando isso acontece, experimentamos mudança essencial. Tudo começa a mudar em nós: nossos sentimentos, nossa compreensão da vida, nossa vontade, nossa vida diária e social, tudo isto, pelo poder do Espírito Santo em nós, nos introduz nas dimensões da vida eterna, dádiva do Cristo em nossa vida. Como afirmou Pedro: “nós cremos e sabemos que Tu és o Santo de Deus”.