Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Nada pode nos separar do amor divino  |  Pr. Olavo Feijó

Romanos 8:39 - Nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor.

Por que, às vezes, nos sentimos separados de Deus? Por que, em certas crises pessoais, temos a impressão de que o Senhor desistiu de nos ajudar? Bem, em muitas circunstâncias, criamos a nossa própria visão do poder de Deus porque as dores que sentimos nos parecem mais reais do que as declarações da Bíblia. Nestas horas, vale a pena ler e meditar nas revelações do apóstolo Paulo, que fez questão de nos mostrar que todos nós, discípulos de Cristo, estamos blindados pelo Seu amor sobrenatural. “Nem altura, nem profundidade, nem qualquer outra coisa na criação será capaz de nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus, nosso Senhor” (Romanos 8:39).

O mesmo Paulo, num momento de avaliação filosófica da revelação da Bíblia, classificou a pregação do Evangelho como “loucura”, como ausente de qualquer tipo de lógica humana. Até hoje, por mais que aprofundemos nossos recursos de análise, compreender a mente do Senhor continua sendo um desafio não resolvido. Por isso, quase todas as vezes que Paulo e João tratam de discutir o problema, finalmente chegam à mesma revelação: de todas as coisas que não compreendemos, aquela que mais nos desafia é o “amor de Deus em Cristo”.

Ao afirmar que nada pode nos separar “do amor de Deus que ETA em Cristo Jesus, nosso Senhor”, Paulo confirma a declaração de João, quando nos ensina que “quem não ama não conhece a Deus, porque DEUS É AMOR” (I João 4:8). O amor de Deus por nós é constante. O que temos de aprender é aceitar este amor e nos submeter às disciplinas espirituais que ele significa em nossa vida diária.