Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Porque não amar o mundo  |  Pr. Olavo Feijó

1 João 2:15 - Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele.

O termo “mundo” é usado com diferentes definições, na narrativa bíblica. Em um dos seus salmos, Davi usa “mundo” como sinônimo do universo (I Crônicas 16:30). Já Isaías usa o termo como uma das definições no nosso planeta (Isaías 34:1). Em 3:16, o “mundo” é a expressão daquilo e daqueles que o Senhor ama intensamente, ao ponto de lhes dar Seu Filho. Há um “mundo”, entretanto, que não deve ser amado: “Não amem o mundo, nem aquilo que nele existe... Pois tudo o que há no mundo – a cobiça da carne, a cobiça dos olhos e a ostentação dos bens – não provém do Pai, mas do mundo. O mundo e a sua cobiça passam – mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre” (I João 2: 15-17).

Amar a Deus implica em amar todas as coisas e todas as pessoas que têm comunhão com Ele. É neste sentido que, como Deus, devemos amar o mundo. É neste sentido que, ao olhar para o grande mundo, vemos que “os céus proclamam a glória de Deus e o firmamento anuncia as obras das Suas mãos” (Salmo 19:1). Este mundo, fruto do amor de Deus, foi feito por Ele para a fruição daqueles que, desde antes da criação, foram escolhidos para serem Seus filhos adotivos: herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo (I João 1:3-6).

Há um mundo, cujos habitantes rejeitam esta extraordinária revelação do amor de Deus. E que, em função da sua postura anti-Cristo, vem transformando a glória do mundo em “sinagoga de Satanás” (Apocalipse 2:9). Como não amara este mundo? Davi deu testemunho do Cristo Luz do Mundo, vivendo como “luz do mundo”: “Assim brilhe a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem ao vosso Pai, que está nos céus” (Mateus 5:14, 16).