Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
No dia da adversidade  |  Pr. Olavo Feijó

Salmos 27:5 - Porque no dia da adversidade me esconderá no seu pavilhão; no oculto do seu tabernáculo me esconderá; por-me-ás sobre uma rocha.

Escreveu o salmista: “Porque no dia da adversidade me esconderei no Seu pavilhão. No oculto do seu tabernáculo me esconderá. Ele me porá sobre uma rocha” (Salmo 27:5). Na realidade, todos os dias, neste mundo controlado pelo pecado, nós nos vemos face a face com situações contrárias ao nosso bem e ao nosso desenvolvimento espiritual.

Há dias, porém, em que nada parece que vai dar certo. Há dias em que todos nos escolhem para praticar a injustiça e para zombar do nosso esforço de viver bem a vida cristã. Nestes dias, não conseguimos enxergar sinais da presença de Deus. Na adversidade, tudo vemos ao contrário, tudo funciona ao contrário, até as promessas bíblicas nos parecem ao contrário.

De onde é que o salmista tirou a imagem do “pavilhão”, que nos consegue abrigo e nos mantém longe dos golpes destruidores, que nos distanciam de Deus? É essencial não nos esquecermos de um detalhe, de um importante detalhe: o pavilhão, dentro do qual Ele me dá socorro, é um lugar “oculto” para o inimigo. Uma vez nos retirando do meio das incertezas do mal e a areia movediça dos inimigos, o Senhor nos garante ficar sobre rocha, sobre lugar seguro e invulnerável. Cada um de nós, vez por outra, vivencia a mão segura de Deus, no meio da pavorosa e amedrontadora adversidade. É só pedir mais um pouco de fé em Deus, agarrar com toda a força Seu braço estendido e agradecer, antecipadamente, pela rocha de segurança que Ele já nos deu.