Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Impurezas Que Transmitimos  |  Pr. Olavo Feijó

Marcos 7:15 - Nada há, fora do homem, que, entrando nele, o possa contaminar; mas o que sai dele isso é que contamina o homem.

A crítica dos fariseus não foi de natureza sanitária. Eles criticaram os discípulos de não cumprir as tradições religiosas, ao não terem lavado as mãos: com isso, cometeram “impureza”. O Senhor respondeu: “Ao contrário, é o que sai do homem que o torna impuro” (Marcos 7:15).

Somos cercados por tradições e rituais. Quando as praticamos criteriosamente, sentimo-nos a alma purificada. A falha em não obedecer os costumes, os símbolos e as tradições do nosso grupo religioso deixa-nos com sentimento de culpa, de impureza espiritual.

A função do Senhor não é, exatamente, a de acabar com as tradições, com a Lei. O que Ele quer é que nos ocupemos, acima de tudo, com nosso mundo interior. Quando nos apegamos às tradições, só por amor às tradições, acumulamos impurezas espirituais. E, o que é pior, transmitimos tais impurezas, em nossos contatos com o mundo. O Senhor quer que transmitamos as purezas de nossa comunhão com Ele.