Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Ore ou cante louvores  |  Pr. Olavo Feijó

Tiago 5:13 - Está alguém entre vós aflito? Ore. Está alguém contente? Cante louvores.

Não raro, sentimo-nos aflitos e achamos que tudo e todos militam contra nós. De igual modo, também vivenciamos situações tão agradáveis, que enfraquecemos nossa percepção das realidades ruins do nosso entorno. Tiago, cuja visão da vida cristã sempre insistiu nas soluções práticas do Mestre, mostrou-nos o caminho simples da pregação apostólica. “Está alguém entre vós aflito? Ore. Está alguém contente? Cante louvores” (Tiago 5:13).

Tiago não nos propôs um debate teológico sobre a natureza das aflições que enfrentamos, a despeito de nossos esforços de obedecer o Mestre. O que não faltava, nas igrejas, eram os super crentes de carteirinha, pregando a tal “blindagem do crente. O apóstolo foi curto e bíblico. “Você está afogado em aflições? Pratique a oração!” Oração é coisa séria, ensina a Bíblia. Oração é o reconhecimento do senhorio de Cristo. Orar nunca deveria ser nossa “última cartada”, mas a primeira, a atual, todas as cartadas da vida cristã.

Aí, vem o outro lado da moeda. É o crente que nunca perdeu emprego, que nunca viveu a morte de um ente querido, que nunca precisou nem de vacina contra a gripe! Tiago, ao descrevê-lo, aconselha: “Cante louvores”. A sugestão do autor é tão simples, que o seu conteúdo teológico fica ignorado. Se cantar louvores é reconhecer a graça de Deus, o comportamento do crente, quando abençoado, não deveria sempre ser o de negar seus próprios mérito? Se você ainda conservar alguma dúvida, releia mais profundamente o conselho de Tiago. Mas leia com oração e cantando louvores.